Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


21 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 ISS completa cem mil órbitas em volta da Terra - Jornal Brasil em Folhas
ISS completa cem mil órbitas em volta da Terra


A Estação Espacial Internacional (ISS), laboratório espacial resultante da cooperação científica internacional, em especial de Rússia e Estados Unidos, completou na segunda-feira 100 mil voltas ao redor da Terra, informou o centro de controle de missão russo.

Hoje a ISS fez sua cem milésima órbita ao redor da Terra, disse em um comunicado o centro de controle de missão baseado em Moscou.

Viajando a uma altitude de cerca de 400 km e a um velocidade de 28.000 km por hora, a estação espacial dá uma volta na Terra a cada 90 minutos.

Sua órbita de aniversário durou das 7:35 à 9:10 no horário de Moscou (01:35 a 03:10 em Brasília), segundo o centro de controle.

Até agora, a ISS percorreu 4,1 bilhões de quilômetros ou cerca de 10 viagens de ida e volta para Marte, informou a NASA no Twitter oficial da estação.

Este é um marco significativo e é uma homenagem a esta parceria internacional constituída pela Agência Espacial Europeia, Rússia, Canadá, Japão e Estados Unidos, disse o engenheiro de voo americano Jeff Williams, falando da estação em um vídeo publicado pela Nasa.

Williams está na sua terceira missão na ISS. Também estão a bordo da estação os astronautas Timothy Kopra, da Nasa, Tim Peake, do Reino Unido, e os russos Yury Malenchenko, Alexey Ovchinin e Oleg Skripochka.

Maxim Matyushin, o chefe do controle de missão russo, também elogiou a ISS, afirmando que a estação é um exemplo vívido da cooperação internacional real e eficaz e que realiza projetos verdadeiramente inovadores que são cruciais para toda a civilização.

O primeiro módulo da estação, chamado Zarya (amanhecer, em russo) foi lançado ao espaço há mais de 17 anos, em 20 de novembro de 1998.

A primeira tripulação a habitar a estação - o astronauta americano Bill Shepherd e os cosmonautas russos Sergei Krikalev e Yuri Gidzenko - chegou em 2000 e, desde então, a ISS tem sido ocupada continuamente.

Em 2006, o astronauta Marcos Pontes tornou-se o primeiro brasileiro a tripular a ISS e passou oito dias a bordo da estação.

Inicialmente com apenas dois módulos, a ISS hoje tem 15 módulos, ocupa um espaço do tamanho de um campo de futebol, e já recebeu cerca de 100 bilhões de dólares em investimentos.

A longa duração da ISS comprova que a humanidade tem as tecnologias necessárias para a presença constante em órbita e o potencial para ir mais além na exploração espacial, disse Matyushin.

Desde que o programa de ônibus espaciais dos Estados Unidos foi concluído, a Rússia tem sido o único responsável por transportar astronautas para a ISS, a partir de sua cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão.

A estação geralmente é ocupada por seis tripulantes, enquanto as cápsulas Soyuz utilizadas para levar e trazer os astronautas transportam três pessoas.

Durante sua existência, a ISS foi visitada por 226 pessoas de 15 países, segundo o controle de missão russo.

A ISS deverá operar até 2024, visto que todos o países e instituições participantes, com exceção da União Europeia, terem concordado em continuar financiando a estação pelo menos até esse ano.

 

Últimas Notícias

Atos em Brasília marcam os 50 anos da Receita Federal
Temer pede que brasileiros reflitam sobre questão racial
Grafiteira faz mural de 500 m2 no Rio para homenagear mulheres negras
Dia da Consciência Negra é comemorado no Rio com homenagem a Zumbi
Estados poderão decidir se darão aulas a distância no ensino médio
Moro escolhe delegados da Lava Jato para PF e departamento do MJ
Estudante poderá escolher área a ser avaliada no segundo dia do Enem
PF prende suspeitos de ligações com facções criminosas em sete estados

MAIS NOTICIAS

 

Estimativa do mercado para inflação cai pela quarta vez seguida
 
 
Autoridades de Cuba anunciam retorno de médicos antes do fim do ano
 
 
Guatemala monitora atividades de vulcão que pode ter novas erupções
 
 
Ex-CEO da Nissan é preso no Japão suspeito de reduzir próprio lucro
 
 
Governador eleito do Rio promete nova concessão para o Maracanã
 
 
Relatório alerta que há 45 barragens sob ameaça de desabamento

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212