Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


13 de Dez de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Barack Obama critica populismo de Donald Trump - Jornal Brasil em Folhas
Barack Obama critica populismo de Donald Trump


O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, criticou hoje (15), sem nomeá-lo, o populismo do candidato republicano à sua sucessão Donald Trump, durante uma cerimónia de entrega de diplomas na universidade Rutgers, perto de Nova York.

Obama convidou os estudantes a não pensar numa hipotética idade de ouro norte-americana. Ele considerou que os bons velhos tempos não tinham sido assim tão bons, citando a discriminação racial, a pobreza ou o lugar das mulheres na sociedade.

O mundo nunca esteve tão interligado (...) construir muros não mudará nada, declarou Obama, numa referência à proposta de Trump de construir um muro na fronteira com o México.

Sem nunca nomear o nome do republicano, o presidente norte-americano acrescentou que nenhum muro poderá deter as epidemias de Zika ou Ébola, ou resolver os problemas de competitividade relacionados com a globalização.

Isso não vai melhorar nossa economia ou nossa segurança. Isolar ou denegrir muçulmanos, ou sugerir que sejam tratados de forma diferente nas fronteiras é contrário não só aos nossos valores, mas também aquilo que somos, afirmou.

Diplomas

Isso contradiz o fato de nosso crescimento, nossas inovações, nosso dinamismo terem sido sempre alimentados pela nossa capacidade de atrair os melhores dos quatro cantos do planeta, acrescentou.

Barack Obama denunciou os políticos que rejeitam, em nome do politicamente correto, a ciência e a razão. Na polícia, como na vida, a ignorância não é uma virtude, afirmou.

O presidente norte-americano participou da cerimónia de entrega de diplomas da Universidade Rutgers, onde, em 2014 e após um protesto de estudantes, foi cancelada a presença da republicana Condoleezza Rice, ex-secretária de Estado do presidente George W. Bush, devido a seu papel no início da guerra do Iraque.

Na minha opinião parece-me errado pensar que esta comunidade ou este país nada podem aprender com sua intervenção e que seja benéfico não lhe dar a palavra, criticou o presidente democrata.

 

Últimas Notícias

Deputado Marlúcio entrega título de Cidadã Goiana a cantora Joelma
Fundo Nacional do Idoso é aprovado na Câmara
Aval do TCU é suficiente para cessão onerosa, dizem técnicos da Corte
Acordo possibilitará investimentos privados em segurança pública
Vazamento de óleo afetará reprodução da fauna em mangue, diz ONG
Temer e Bolsonaro lamentam tragédia em Campinas
Jungmann coloca PF à disposição para apuração de caso de Campinas
Ministro da Cultura inicia comemorações aos 200 anos da independência

MAIS NOTICIAS

 

Novo crediário para cartão é estudado para 2019, diz Febraban
 
 
Demanda por bens industriais cresce 0,3% em outubro
 
 
Diálogo Brasil debate projeto Escola sem Partido
 
 
Brasileiro é eleito para Associação Internacional de Seguridade Social
 
 
Polícia e MP de Goiás vão apurar denúncias contra médium João de Deus
 
 
ONG homenageia policiais militares mortos no estado do Rio

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212