Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


26 de Sep de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Em encontro com senadores, Dilma avalia chance de reverter afastamento - Jornal Brasil em Folhas
Em encontro com senadores, Dilma avalia chance de reverter afastamento


Em conversa na noite desta terça-feira (17) com senadores que foram contra o seu afastamento temporário, a presidente Dilma Rousseff avaliou que ainda há chances de reverter a sua saída definitiva no julgamento final que será feito pelo Senado.

A presidente afastada chamou os 22 senadores que votaram contra a abertura do seu processo de impeachment na semana passada para um jantar no Palácio da Alvorada, mas nem todos compareceram. Segundo senadores, ela agradeceu o apoio e fez análises sobre os primeiros dias de governo do presidente interino Michel Temer.

"Ela pareceu tranquila e confiante de que pode reverter o cenário do Senado porque a opinião pública está modificando seu entendimento sobre esse processo. O governo interino vem cometendo erros sobre erros e a população não se sente representada pelas propostas", afirmou o senador Humberto Costa (PT-PE), ex-líder do governo de Dilma.

Segundo o senador, como a Casa irá entrar na fase do julgamento de Dilma, o grupo aliado à petista considera que há um grupo de cerca de dez senadores que votaram pela abertura do processo mas, agora, podem ser convencidos de que a presidente não cometeu crime de responsabilidade.

No encontro, Dilma avaliou ainda que Temer começou mal seu governo interino ao cometer uma série de erros, ao relegar a um plano secundário as políticas para mulheres, negros e minorias e a extinção do Ministério da Cultura. Temer repassou as atribuições da pasta para o Ministério da Educação com a criação da Secretaria Nacional de Cultura.

Costa afirmou ainda que Dilma ficou "muito impressionada" com a manifestação feita por artistas do filme brasileiro "Aquarius" em Cannes, na França, nesta semana. Segurando cartazes com os dizeres em inglês e francês "Um golpe está acontecendo no Brasil", "54 milhões de votos foram queimados", "O Brasil não é mais uma democracia" e "Dilma, vamos resistir com você", a equipe do filme, que está em competição pela Palma de Ouro no Festival de Cannes, protestou na sessão de gala que exibiu o longa nesta terça (17).

A equipe de "Aquarius", que inclui atores como Sonia Braga, Humberto Carrão e Maeve Jinkings, posava para fotos na frente da escadaria que leva ao Palácio dos Festivais quando, impulsionados pelo gesto do diretor Kleber Mendonça Filho ("O Som ao Redor"), exibiram cartazes em protesto contra a abertura do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff.

 

Últimas Notícias

Empresários brasileiros apostam em alimentos e bebidas saudáveis
Temporal no RS deixa mais de 360 mil residências sem luz
Livro aborda mentiras contadas por presidentes do Brasil em 100 anos
Setor da cachaça lança manifesto contra carga tributária
Polícia busca PM sequestrado por criminosos na zona oeste do Rio
Bolsonaro passa bem e tem dreno retirado do abdome
PM encontra carro de policial sequestrado no Rio
Festival de Brasília termina hoje com entrega de premiações

MAIS NOTICIAS

 

Toffoli toma posse hoje na presidência do STF
 
 
Chanceler do Paraguai visita Brasil para negociar construção de pontes
 
 
Indústria recua em oito dos 15 locais pesquisados pelo IBGE em julho
 
 
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE
 
 
México investiga caso de deputadas forçadas a renunciar
 
 
A série de ataques de 11 de Setembro completa 17 anos

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212