Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


16 de Oct de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Ministro venezuelano nega que decreto de emergência preveja expropriações - Jornal Brasil em Folhas
Ministro venezuelano nega que decreto de emergência preveja expropriações


O governo venezuelano negou nesta segunda-feira que a emergência econômica declarada na última sexta-feira contemple a possibilidade de realizar expropriações.

Diz-se que o decreto cria uma forma de expropriação. Isso é mentira (...), são especulações. O decreto não foi feito para expropriar nenhuma empresa, disse o ministro da Indústria e do Comércio, Miguel Pérez Abad, em uma reunião com empresários no estado Aragua (norte), transmitida pela televisão estatal.

O decreto de emergência autoriza o Executivo a dispor de bens do setor privado para garantir o abastecimento de produtos básicos, em grave escassez, embora não informe se pagará para usar esses recursos.

As medidas fixam limites à entrada e saída de moeda local em espécie, e se justificam em uma guerra econômica que, segundo o governo, afeta o acesso a bens e serviços para gerar mal-estar e romper a norma constitucional.

Com isso, o presidente socialista Nicolás Maduro busca enfrentar um crise refletida em uma inflação de 108,7% entre janeiro e setembro de 2015 e uma contração do PIB de 4,5% no mesmo período, segundo informou o Banco Central (BC) na última sexta-feira.

De acordo com estimativas de consultorias privadas, há na Venezuela uma escassez de dois terços dos itens básicos e a inflação acumulada em 2015 superou os 200%, em meio à grande queda dos preços do petróleo, de onde o país obtém 96% de suas divisas.

Maduro pretende reunir-se na terça-feira com empresários na inauguração do Conselho Nacional de Economia Produtiva, onde apresentará a agenda econômica bolivariana que guiará nossos passos da emergência à estabilidade e ao crescimento, escreveu no Twitter.

O ministro da Indústria e do Comercio insistiu que o decreto pretende implementar um plano produtivo nacional, elevar a captação de divisas e diversificar suas fontes de renda.

 

Últimas Notícias

Apenas 3,3% dos estudantes brasileiros querem ser professores
Viagens domésticas podem chegar a cerca de 3 milhões no feriado
Brasil está bem para resistir a choques, diz Goldfajn para FMI
Boletos vencidos a partir de R$ 100 podem ser pagos em qualquer banco
Juiz decide manter Cabral na cela de isolamento
Justiça decreta prisão de 15 milicianos que agem na zona oeste do Rio
Uma das Sete Maravilhas do Mundo, Cristo Redentor completa 87 anos
Aplicativo vai auxiliar na fiscalização de motoristas e veículos

MAIS NOTICIAS

 

Equipe de transição deve ser definida hoje à tarde, diz Caiado
 
 
ONS vai reforçar ações de segurança energética nas eleições e no Enem
 
 
Inflação medida pelo INPC sobe para 0,30% em setembro
 
 
Universidades particulares terão disciplina sobre primeira infância
 
 
Com Enem, horário de verão começa no dia 18 de novembro
 
 
Governo anuncia recursos de R$ 600 milhões para o ensino médio

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212