Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


21 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Opep prevê retorno ao equilíbrio do mercado petroleiro em 2016 - Jornal Brasil em Folhas
Opep prevê retorno ao equilíbrio do mercado petroleiro em 2016


A Organização dos Países Exportadores de Petróleo prevê um retorno ao equilíbrio do mercado petroleiro em 2016, devido a um corte da produção dos concorrentes afetados pela política de preços baixos impulsionada pelo cartel.

A produção dos países não pertencentes à Organização de Países Exportadores de Petróleo (Opep) deve cair em 2016, depois de anos de crescimento fenomenal, indica a Opep em seu relatório mensal emitido em sua sede de Viena.

O relatório não diz nada a respeito do Irã, membro da Opep que nesta segunda-feira anunciou um aumento de sua produção de 500.000 bd, graças à suspensão das sanções internacionais impostas ao país.

A Opep previa em dezembro que a queda da produção seria de 380.000 barris diários (bd) em 2016, mas agora praticamente duplicou sua projeção e acredita que o corte será de 600.000 bd.

Dois mil de desesseis será o ano do retorno ao equilíbrio, estima.

O anúncio confirma a estratégia da Arábia Saudita de inundar o mercado para manter sua fatia de mercado, apesar das reclamações de outros membros da Opep, que pediam uma produção menor para enfrentar a queda de preços.

O barril de petróleo perdeu quase a metade de seu valor em 2015. Atualmente é negociado a menos de 30 dólares, um valor considerado improvável há poucos meses.

A produção dos produtores externos à Opep chegou a 56,87 milhões de barris diários (mbd), mas nesse ano deve cair para 56,21 milhões, principalmente por cortes da produção nos Estados Unidos (-0,38 mbd). A produção russa, que bateu o recorde de 10,90 mbd em dezembro, também deve cair, segundo as previsões da Opep.

O mercado mantém uma persistente abundância de oferta, indica o relatório, estimando que o excedente ainda será de aproximadamente 2 mbd em 2016. O equilíbrio poderá ser atingido com uma redução de 31,65 mbd da produção do cartel, ao qual a Indonésia acaba de se juntar.

A produção petroleira da Opep no ano passado foi de 31,85 mbd.

 

Últimas Notícias

Brasil perdeu 7,2 milhões de linhas de celular no ano passado
Petrobras reduz em 3% GLP empresarial nas refinarias
Ministro do STJ nega pedido de prisão domiciliar a João de Deus
Escassez de chuvas leva governo a acionar termelétricas mais caras
Picciani, Paulo Melo e Albertassi serão julgados por Bretas
Suspensa permissão para deputada receber denúncias contra professores
MPT não descarta pedir bloqueio dos bens do Flamengo
Número de mortos identificados em Brumadinho chega a 151

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212