Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


18 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Fisioterapia não ajuda pacientes com Parkinson, diz estudo - Jornal Brasil em Folhas
Fisioterapia não ajuda pacientes com Parkinson, diz estudo


A fisioterapia e a terapia ocupacional não oferecem melhoras para a qualidade de vida dos pacientes que sofrem de quadros leves a moderados de mal de Parkinson, garantiu um estudo britânico publicado na terça-feira.

A descoberta, divulgada na publicação especializada Journal of the American Medical Association (JAMA) Neurology, sugere que os atuais padrões de terapia para pacientes nas primeiras fases da doença podem ser uma perda de tempo e dinheiro.

O mal de Parkinson ataca o sistema nervoso central e afeta cerca de sete milhões de pessoas em todo o mundo, incluindo os 4% dos indivíduos de mais de 80 anos.

O estudo analisou 762 pacientes com quadros leves a moderados do mal de Parkinson, recrutados de 38 cidades da Grã-Bretanha.

Todos os pacientes experimentavam algumas dificuldades para realizar atividades diárias como abotoar camisas ou escovar os dentes.

Metade recebeu a orientação de fazer fisioterapia e metade a orientação de fazer a mesma quantidade de sessões de terapia ocupacional.

A terapia física tende a se concentrar no diagnóstico e tratamento de lesões, enquanto a terapia ocupacional tem como objetivo ajudar os pacientes a ajustar lesões e melhorar suas habilidades da vida diária.

Após três meses, os pesquisadores da Universidade de Birmingham descobriram que não houve diferença entre os grupos, nem sobre sua capacidade de realizar tarefas diárias, nem sobre as respostas às perguntas relacionadas com a qualidade de vida.

Além disso, não houve benefícios clínicos significativos, a curto ou médio prazo depois das duas terapias, informaram os pesquisadores.

Portanto, deve-se explorar mais o desenvolvimento e estudo de programas de fisioterapia intensiva e estruturada em pacientes de todos os estágios da doença.

Nós poderíamos concluir que prescrever fisioterapia ou terapia ocupacional para os pacientes em um estágio inicial do mal de Parkinson não é rentável, disse Eric Ahlskog, médico da clínica Mayo, em Rochester.

 

Últimas Notícias

Inep divulga resultado do Enem
Frédéric Lamotte é o novo diretor geral da CA Indosuez Wealth (Miami) e responsável Global da região das Américas
A ACIRLAG chega para impulsionar o setor econômico da região Leste de Aparecida
Inep divulga notas do Enem na sexta-feira
Bolsonaro sanciona Lei do Orçamento 2019 de mais de R$ 3,3 trilhões
Parlamento venezuelano aprova acordo para entrada de ajuda humanitária
Imigrantes hondurenhos sofrem com obstáculos para passagem de caravana
Militares vão atuar de forma mais intensa no Programa Mais Médicos

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212