Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


24 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Amplitude da pesca no mundo está subestimada em 30% - Jornal Brasil em Folhas
Amplitude da pesca no mundo está subestimada em 30%


A extensão da pesca no mundo está amplamente subestimada e na verdade seria 30% maior do que as estimativas oficiais - é o que diz um estudo publicado nesta terça-feira, incluindo a pesca industrial e artesanal e os descartes.

Este trabalho, conduzido por Daniel Pauly e Dirk Zeller, da Universidade de British Columbia, também mostram que a diminuição dos recursos haliêuticos é mais rápida do que pensava a FAO (Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação), cujas cifras são consideradas referência.

De acordo com o estudo publicado na Nature Communications, a captura anual chegou a 109 milhões de toneladas em 2010, ou 30% mais do que 77 milhões de toneladas registradas no mesmo ano pela FAO, com base nas estatísticas nacionais de 200 países.

Segundo os pesquisadores, a diferença é que a maioria dos países se concentra na pesca industrial e não têm pesca artesanal, de subsistência ou ilegal nem os peixes capturados acidentalmente e depois descartados.

O estudo, realizado com a ajuda de cerca de cinquenta cientistas, consistiu em reconstituir as estatísticas de 1950 a 2010 através de múltiplas fontes (literatura científica, cifras de pescas, estudos locais, legislação, demografia , etc.).

Estas investigações mostram que nos últimos 25 anos, a queda observada no volume de pesca ao nível mundial era mais importante do que as estimativas da FAO: cerca de 20 milhões de toneladas, em vez de dez.

De acordo com especialistas, esta queda, apesar de uma expansão da frota mundial e em modernização, se deve aos recursos haliêuticos em declínio.

A pesca industrial passou assim de 87 milhões de toneladas em 2000 para 73 milhões de toneladas em 2010.

Esta diminuição global é devido à pesca excessiva, disse Daniel Pauly, que espera que uma melhor estimativa dos volumes de pesca irá garantir peixe o suficiente para satisfazer as necessidades alimentares.

 

Últimas Notícias

Chega a 73 o número de mortos em explosão no México; feridos somam 74
Forte terremoto de magnitude 6,7 atinge o Chile
Mais de 150 imigrantes se afogam no Mar Mediterrâneo
Brasil e Europa vão ser interligados por novo cabo submarino
Acordo para mudar nome da Macedônia gera protestos em Atenas
Ghosn está disposto a aceitar qualquer condição para obter fiança
Bombeiros buscam pessoa desaparecida depois de tromba dágua no Rio
Mega-Sena acumula de novo e pode pagar R$ 38 milhões na quarta-feira

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212