Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


22 de Sep de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Marconi diz ao ministro das Cidades que o governo de Goiás já beneficiou 170 mil famílias com Cheque Moradia - Jornal Brasil em Folhas
Marconi diz ao ministro das Cidades que o governo de Goiás já beneficiou 170 mil famílias com Cheque Moradia


O governador Marconi Perillo e o ministro das Cidades, Bruno Araújo, reafirmaram na tarde de hoje (8) durante o 63º Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social, no Centro de Cultura e Convenções de Goiânia, os compromissos de parcerias e investimentos nas áreas habitacional e de mobilidade urbana firmados durante almoço no Palácio das Esmeraldas.

Em entrevista coletiva à imprensa, Bruno Araújo voltou a defender a adoção do Cheque Mais Moradia, modalidade reforma federal, nos moldes do programa implantado em Goiás por Marconi Perillo durante o seu primeiro governo. “Goiás foi quem ajudou a consolidar no plano nacional, pelo exemplo de seus programas, o Bolsa Família e o Prouni. Nós temos no Cheque Mais Moradia Reforma do governo de Goiás uma alternativa que guardamos com muito carinho. Eu pedi a colaboração do governador para que ele indique alguém que tenha ajudado a configurar esse programa, para que integre uma equipe interministerial que apresente ao presidente Temer um modelo de programa que nos permita atacar o déficit de qualidade habitacional”, anunciou.

O ministro elogiou a postura do governador Marconi Perillo em apresentar como reivindicação prioritária, ao Ministério das Cidades, a liberação de recursos para o término do BRT, obra que está sendo administrada pela Prefeitura de Goiânia. “Assim que cheguei a Goiânia, o governador me pediu que recebêssemos em audiência o prefeito Paulo Garcia e que, de toda a atenção que o Ministério pudesse dar ao governo do Estado, a totalidade dela fosse transferida para o avanço e a conclusão das obras do BRT. Então, nós vamos dar atenção a essa obra que é um pedido especial do governador Marconi”, reafirmou.

Bruno Araújo garantiu ao governador que todo o esforço do Ministério será feito para cumprir essa solicitação, apesar de o Governo Federal estar diante de uma crise econômica e financeira sem precedentes: “Nós temos mostrado ao Brasil a real situação da nossa pasta. O número de contratos firmados com governadores e prefeitos de todo o Brasil durante o governo afastado, equivale a 71 anos de orçamento do Ministério das Cidades. Isso sem lançarmos nenhuma nova obra de mobilidade”.

Diante dessa situação, o ministro das Cidades defendeu a convocação da sociedade para repactuar com o presidente em exercício uma forma de enfrentar a questão. “Mais do que crise econômica, – salientou - houve a maior emissão de cheque sem fundo da história do Brasil, uma manobra que iludia e enganava prefeitos e governadores e, pior, uma população que esperava por obras que o governo não poderia fazer porque não tinha os recursos necessários”.

No discurso que encerrou o Fórum de Habitação, o governador Marconi Perillo fez um sucinto balanço dos investimentos feitos pelo Governo do Estado na área de habitação. De acordo com os dados apresentados, nos últimos cinco anos o governo beneficiou 170 mil famílias com Cheques Mais Moradia, reforma, comunitário e programa Casa Legal. “Foram investidos 370 milhões de reais nesse período. Só este ano iremos investir entre 80 e 100 milhões de reais”, anunciou.

O governador fez questão de demonstrar os benefícios do Cheque Mais Moradia e sua viabilidade econômica. “Nesses cinco anos nós entregamos 370 milhões de reais em cheques e, na verdade, pagamos menos de 80 milhões de reais. Essa é a engenhosidade do programa. Um exemplo: nós damos um cheque de R$ 100,00 que, na verdade, custa ao governo R$ 35,00 em razão principalmente da isenção de imposto. Então, nós conseguimos fazer muito com pouco. O programa é bom e barato”, observou.

Lembrou que tão logo criou o programa, no ano 2000, pelo menos 16 governadores se interessaram em também implantar ação semelhante em seus estados.

Fórum de Habitação - Aberto na manhã de terça-feira (7) com encerramento oficial previsto para este dia 9 (quinta-feira), o Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social reúne gestores públicos de todo o Brasil. Neste ano, o tema central trata dos “desafios para os gestores públicos de habitação diante do ambiente econômico de escassez de recursos e as perspectivas para a saída da crise”.

Com gestores públicos das três esferas de governo (União, Estados e Municípios) e com representantes da sociedade civil estão sendo debatidas as diversas alternativas para atendimento à população no cenário atual, identificando as fontes de recursos e possibilidades de parcerias com o setor privado. Em pauta ainda o cenário atual de produção do Programa Minha Casa Minha Vida (PMCMV) e das perspectivas de curtos e médios prazos para a retomada dos níveis satisfatórios de investimentos.

Ao mesmo tempo, estão sendo apresentadas as experiências que estados e municípios vem desenvolvendo para produzir e apoiar a produção de moradia e tratar dos desafios da melhoria das condições de habitabilidade, com destaque para a regularização fundiária e imobiliária, para os programas de reforma e melhorias e para as ações integradas visando preservar a qualidade dos conjuntos habitacionais pós-ocupação.

Na solenidade de hoje, a Agehab recebeu dois prêmios nacionais pela execução de políticas públicas de habitação de interesse social. Foram 13 projetos vencedores do Selo de Mérito 2016, dentre os quais dois da Agehab: Cheque Mais Moradia, na categoria Ações Estruturantes, e Trabalho Social e Regularização Fundiária Plena, na categoria trabalho social.

Esta é a segunda vez que Goiás recebe a premiação da ABC. A primeira foi em 2013, com o programa Casa Legal, destacado como o melhor programa de regularização fundiária do País. O Selo de Mérito é uma das mais importantes vitrines nacionais para a gestão pública na área de habitação.

 

Últimas Notícias

Deputado Marlúcio promove caminhonetadas em várias regiões de Aparecida
Dia da Árvore: desmatamento vem caindo, mas ainda há desafios
Brincar com os quatro elementos da natureza ajuda a criança a se desenvolver melhor
Meninas que praticam esportes, cuidado com a alimentação!
Indústria paulista fecha 2,5 mil postos de trabalho em agosto
Aneel descarta revisão de bandeira tarifária em conta de luz
BNDES: empréstimos para Cuba e Venezuela não deveriam ter sido feitos
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE

MAIS NOTICIAS

 

Toffoli toma posse hoje na presidência do STF
 
 
Chanceler do Paraguai visita Brasil para negociar construção de pontes
 
 
Indústria recua em oito dos 15 locais pesquisados pelo IBGE em julho
 
 
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE
 
 
México investiga caso de deputadas forçadas a renunciar
 
 
A série de ataques de 11 de Setembro completa 17 anos

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212