Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


18 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Brasil faz 7 a 1 no Haiti e precisa de empate contra o Peru - Jornal Brasil em Folhas
Brasil faz 7 a 1 no Haiti e precisa de empate contra o Peru


A seleção brasileira voltou a ter 7 a 1 como placar de um jogo. Desta vez a favor.

Quase dois anos depois de ser massacrada na semifinal da Copa-2014 para a Alemanha, em casa, o time agora comandado por Dunga esmagou o fraco Haiti, 74 do ranking Fifa (o Brasil é sétimo), nesta quarta (8), em Orlando.

O resultado levou o time aos quatro pontos no Grupo B, e no domingo (12), contra o Peru, em Boston, definirá a classificação — o empate garante a vaga para as quartas de final da Copa América Centenário.

Dunga disse que pediu para seu time nunca diminuir o ritmo, pela importância do saldo de gols como critério de desempate.

"Esse é um grupo diferente, é outra época. Os gols aconteceram conforme a equipe foi jogando e tendo rendimento positivo", disse o técnico.

A equipe venceu arriscando chutes de média e longa distância, como queria o treinador depois do empate sem gol frente o Equador, no sábado (4).

Com menos de dez minutos, Casemiro arriscou quase da intermediária, que passou próximo ao gol. Era sinal que a reclamação do técnico fez efeito.

O primeiro gol, de Philippe Coutinho, nasceu de jogada individual do meia-atacante, mas com um chute forte, da entrada da área. Dunga aplaudiu o pupilo do banco de reservas, algo raro.

O Haiti tem evoluído no cenário do futebol, tem ranking mundial atualmente melhor do que Bolívia e Venezuela, por exemplo, mas contra o Brasil parecia um time semi amador – antes do jogo, os atletas entraram no campo para filmar o estádio e tirar fotografias. As falhas aconteciam principalmente na saída de bola, e com uma marcação em linha que facilitava os lançamentos.

Assim nasceram os gols de Coutinho, seu segundo, de Renato Augusto, de cabeça, de Gabriel, invadindo a área, de Lucas Lima, após cruzamento, Renato Augusto, em infiltração, e Philippe Coutinho de novo, com outro chutaço – o meia-atacante do Liverpool foi o melhor em campo.

Lucas Lima substituiu Casemiro já em teste de Dunga para a partida contra o Peru. O volante recebeu o segundo cartão amarelo e está suspenso. Lucas entrou no meio, e Elias e Renato Augusto recuaram para uma linha de dois volantes.

Outro teste foi a entrada de Gabriel na vaga de Jonas — a posição de centroavante é a principal disputa de posição da seleção nesta Copa América. O garoto do Santos mostrou mais mobilidade do que o atacante do Benfica.

Aos 24 minutos do segundo tempo, o estádio Camping World foi ao delírio com o gol de Hilaire, para o Haiti. A maioria do estádio era formado por haitianos, que tem uma grande comunidade de imigrantes na região de Orlando.

 

Últimas Notícias

Brasil perdeu 7,2 milhões de linhas de celular no ano passado
Petrobras reduz em 3% GLP empresarial nas refinarias
Ministro do STJ nega pedido de prisão domiciliar a João de Deus
Escassez de chuvas leva governo a acionar termelétricas mais caras
Picciani, Paulo Melo e Albertassi serão julgados por Bretas
Suspensa permissão para deputada receber denúncias contra professores
MPT não descarta pedir bloqueio dos bens do Flamengo
Número de mortos identificados em Brumadinho chega a 151

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212