Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


25 de Mar de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Facebook e Microsoft investem em cabo de Internet submarino com capacidade de 160 terabit por - Jornal Brasil em Folhas
Facebook e Microsoft investem em cabo de Internet submarino com capacidade de 160 terabit por


Facebook e Microsoft anunciaram uma parceria para colocar o cabo de internet submarino com capacidade de cruzar o Oceano Atlântico, começando com hubs de conexão Northern Virginia para Bilbao, Espanha. O cabo, chamado de “MAREA” terá 160 terabit por segundo e vai esticar mais de 4.100 milhas de oceano em um sistema de cabos submarinos. A construção está prevista para começar em agosto deste ano com previsão de finalização em outubro de 2017.

“A fim de melhor servir nossos clientes e fornecer o tipo de conectividade confiável e de baixa latência que merecem, estamos investindo em maneiras novas e inovadoras para melhorar continuamente tanto o Microsoft Cloud e a infra-estrutura global de internet”, disse Frank Rey, diretor de aquisição de rede global da da Microsoft. “Isso marca um novo passo importante na construção da infra-estrutura de próxima geração da Internet.”

Investir em cabos submarinos não é uma nova tendência. As empresas de tecnologia têm feito investimentos consideráveis ​​em infra-estrutura de rede global por anos, começando com servidores e centros de dados como também operações submarinas em grande escala. Embora este novo acordo envolve apenas Facebook e Microsoft, o Google tem investido em dois cabos submarinos que se estendem desde os EUA para o Japão, América do Sul e outras partes da Ásia.

 

Últimas Notícias

Jovens têm menos chance de contratação e mais de serem demitidos
Bolsa cai e dólar fecha em R$ 3,80
Araújo: dispensa de status especial na OMC nos coloca como país grande
Países sul-americanos devem sair de uma só vez da Unasul, diz ministro
Chanceler descarta emprego das Forças Armadas na Venezuela
Moçambique, Zimbábue e Malauí tentam identificar vítimas de ciclone
Nova Zelândia quer proibir, em abril, venda de armas do tipo militar
Conselho Europeu aceita prorrogar saída do Reino Unido para maio

MAIS NOTICIAS

 

Copom inicia reunião nesta terça para definir taxa básica de juros
 
 
Mercado reduz projeção de crescimento da economia de 2,28% para 2,01%
 
 
Atividade econômica tem queda de 0,41% em janeiro, diz BC
 
 
Governo lança edital de estudos para concessão de 22 aeroportos
 
 
Governo do Rio anuncia rompimento da concessão do Maracanã
 
 
Conflitos e segurança poderão contar pontos na avaliação de escolas

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212