Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


21 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Projeto cultural da Olimpíada oferece curso de teatro a pessoas com deficiência - Jornal Brasil em Folhas
Projeto cultural da Olimpíada oferece curso de teatro a pessoas com deficiência


Um projeto do Circuito Cultural Rio, desenvolvido pela PAR Cia. de Teatro, oferece um curso gratuito de teatro para pessoas com deficiência. A iniciativa, batizada de Incubadora Cênica, inclui aulas de história do teatro e gêneros teatrais, interpretação, voz, corpo, iluminação, figurino e cenário. A nova edição do Circuito Cultural foi idealizada pela prefeitura do Rio para a programação cultural dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos.

As aulas começaram esta semana no Centro Municipal de Cultura e Cidadania Calouste Gulbenkian, no centro da cidade, e vão até o dia 13 de setembro. No fim do curso, os alunos vão se apresentar em mostras de cenas curtas. O Incubadora Cênica foi selecionado pelo Programa Fomento Cidade Olímpica dentro da linha Arte Sem Limites, que dá apoio a atividades, espetáculos, processos de formação e companhias que envolvam acessibilidade e inclusão nas artes, em diversas linguagens.

Fundada em 2014 por artistas com e sem deficiências, a PAR já tinha o objetivo de aumentar a acessibilidade na área teatral, com a inclusão de artistas com deficiência nas produções culturais. “Desde o início do nosso trabalho, a gente já vinha trabalhando com essa mistura. Artistas com e sem deficiência atuam em conjunto, no mesmo processo de trabalho e de pesquisa de linguagem, com total autonomia”, disse o diretor artístico da companhia, Mati Lima.

Segundo Lima, o curso é voltado para iniciantes e a intenção não é formar atores. “O nosso intuito é conscientizar o cidadão que tem uma aptidão artística ou os atores que desejaram estar conosco também nesse projeto com pessoas com deficiência, para trabalhar em conjunto. É assim que se dá uma pesquisa de linguagem e se faz, realmente, a inclusão.”

A companhia ofereceu 40 vagas para pessoas de 12 a 70 anos de idade. “Já há fila de espera, caso ocorra alguma desistência, não para de chegar e-mail. Tudo isso comprova que a gente apostou certo”, comemorou Lima.

Adaptação

O diferencial do curso, segundo o diretor artístico da companhia, é que o programa vai se ajustar à necessidade dos alunos e não o contrário. Ontem (6), durante a aula inicial, como os dirigentes do projeto não sabiam que deficiências os alunos apresentariam, alguns exercícios tiveram que ser adaptados a cadeirantes. “Alguns jogos cênicos que seriam no chão tiveram uma ampliação corporal, porque a gente precisa adquirir o mesmo resultado, em igualdade para todo mundo. Esse é um diferencial”, disse Lima.

Todas as aulas serão acompanhadas por um intérprete de Língua Brasileira de Sinais (Libras) para atender aos alunos com deficiência auditiva. Também há audiodescrição e um piso tátil, para ajudar a guiar alunos com deficiência visual no espaço cênico.

A metodologia das aulas tem como base uma experiência da companhia teatral de 2015, quando o gripo encenou o espetáculo Nhac! Uma Lição de Queijo, de Ed Anderson, do qual participaram dez atores e atrizes da companhia, dois quais dois - Moira Braga e Felipe Rodrigues - são deficientes visuais.

Hoje, a companhia tem sete integrantes, dois deles com deficiência. “Tudo foi feito a partir da nossa própria experiência, no corpo a corpo dos atores”, contou o diretor artístico.

 

Últimas Notícias

Inep divulga resultado do Enem
Frédéric Lamotte é o novo diretor geral da CA Indosuez Wealth (Miami) e responsável Global da região das Américas
A ACIRLAG chega para impulsionar o setor econômico da região Leste de Aparecida
Inep divulga notas do Enem na sexta-feira
Bolsonaro sanciona Lei do Orçamento 2019 de mais de R$ 3,3 trilhões
Parlamento venezuelano aprova acordo para entrada de ajuda humanitária
Imigrantes hondurenhos sofrem com obstáculos para passagem de caravana
Militares vão atuar de forma mais intensa no Programa Mais Médicos

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212