Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


17 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Salvador recebe da Unesco título de Cidade da Música - Jornal Brasil em Folhas
Salvador recebe da Unesco título de Cidade da Música


A capital da Bahia, Salvador, recebeu hoje (1º), o título oficial de Cidade da Música, da Rede de Cidades Criativas da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). Na sede da prefeitura da cidade, no bairro do Comércio, o título – que já havia sido anunciado no fim de 2015 – foi entregue oficialmente ao prefeito ACM Neto. Com isso, Salvador se torna a primeira cidade brasileira a se enquadrar na categoria Música, Rede da Unesco.

A coordenadora do setor de Cultura da representação da Unesco Brasil, Patrícia Braz, ressaltou que a medida significa, além de tudo, atribuir responsabilidades à cidade de Salvador. “A Rede de Cidades Criativas é um programa relativamente novo da Unesco que busca, por meio da cultura, estimular ações aos governos locais, para colocar a cultura como estratégia de desenvolvimento local. Não apenas como estratégia de desenvolvimento econômico, mas que tenha efeitos práticos para a sociedade. É um conjunto com sete categorias e o programa parte do compromisso do governo local, de apresentar um programa de trabalho, que demonstra sua capacidade de executá-lo em benefício da sociedade”, disse Patrícia, que entregou ao prefeito o documento que oficializa o título.

“Falando da música, os desafios que se impõem são inúmeros. Primeiro, entender o impacto da cadeia da música na economia local; segundo, entender e direcionar como o governo local vai estimular o fortalecimento dessa cadeia e, terceiro, como a prefeitura se compromete com a interação entre a cultura e a educação”, completou a coordenadora.

Participaram da cerimônia artistas, músicos locais e de repercussão nacional como Daniela Mercury, Margareth Menezes, Ricardo Chaves e Paulinho Boca de Cantor (integrante do grupo Novos Baianos), Jerônimo e membros da banda afro de mulheres Didá.

“Quero prestigiar a todos os músicos presentes e quero parabenizar a todos os envolvidos pela iniciativa, é bom que [se] mensure essa indústria [da música], para mostrarmos o que a gente tem feito. Num momento tão crucial na cultura do Brasil, é muito importante esse título para nós, para a gente ocupar as ruas, o país, e estar falando da essência do que somos como gente e como povo”, declarou Daniela Mercury após cantar um trecho de Cidade da Música, que ela mesma compôs no início do ano, em homenagem ao título.

O secretário de Educação do município, Joege Khoury, explicou que a candidatura de Salvador para o título foi proposta em parceria com o Escritório Salvador Cidade Global e a prefeitura, que decidiu inscrever a capital baiana na categoria Música, uma das sete categorias da Rede de Cidades Criativas da Unesco.

“Foi um trabalho durante o período de julho a dezembro do ano passado, fazendo chegar à Unesco as informações com relação ao trabalho que nós fazemos em Salvador e à visão da música como instrumento importante de inclusão social e como um equipamento importante no desenvolvimento de um povo”, afirmou o secretário.

“Esse título traz visibilidade, mais compromisso de representar cada vez melhor esse título, que é uma conquista justa, já que o povo soteropolitano e baiano contribuiu tanto para a música popular brasileira. Além disso tem a economia. A indústria da música gera renda na nossa terra, é uma conquista importantíssima, que levanta ainda mais a nossa autoestima, como artistas baianos”, comentou a cantora Margareth Menezes, após a cerimônia.

De acordo com a prefeitura, Salvador é a primeiro município brasileiro a integrar a Rede de Cidades Criativas da Unesco, no segmento musical, ao lado de cidades como Bogotá (Colômbia), Bologna (Itália), Brazzaville (República do Congo) e Hannover (Alemanha).

 

Últimas Notícias

Governadores pedem ao STF julgamento de processos sobre repasses
Ministro quer atrair investimentos privados para Jardim Botânico do RJ
Fies vai oferecer 100 mil vagas a juro zero para alunos de baixa renda
TJ libera R$ 13 milhões para Vale ressarcir gastos do governo mineiro
Vale pede mais tempo para analisar Termo de Ajuste Preliminar
Deputados do Rio presos podem ter posses suspensas
Vale suspende operação em barragem em Brucutu e de mina em Brumadinho
TRE-RJ mantém ex-deputado Paulo Melo inelegível até 2024

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212