Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


16 de Dez de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Nova secretária de Educação Continuada defende avanço em direitos sociais - Jornal Brasil em Folhas
Nova secretária de Educação Continuada defende avanço em direitos sociais


A nova titular da Secretaria da Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão (Secadi) do Ministério da Educação (MEC), Ivana de Siqueira, tomou posse hoje (8) dizendo que está comprometida em reafirmar os direitos consolidados de diversos grupos e “evitar qualquer retrocesso”.

“Nossa ideia é de avançarmos, sempre em diálogo com diversos grupos, sem partidarismo e preocupados e focados nos direitos sociais”, afirmou a nova secretária.

Ivana ressaltou que todas as temáticas de afirmação de direitos são difíceis e encontram resistência na sociedade, mas disse que tudo será colocado em pauta pela secretaria, como, por exemplo, as questões de gênero.

Como o caso do estupro coletivo [de uma adolescente no Rio de Janeiro], em que as próprias jovens achavam aquilo normal porque o contexto e os valores em que essas pessoas estão inseridas são valores que desqualificam a mulher, que são aceitos como coisa normal e natural. Isso passa por qualquer outra temática que estamos consolidando na nossa democracia”, destacou a secretária, ao ser questionada sobre o ensino das questões de diversidade sexual nas escolas.

Formada em psicologia, Ivana é servidora do MEC e, durante sete anos, foi chefe de gabinete da extinta Secretaria de Educação Especial. Antes disso, passou dois anos como coordenadora-geral de Desenvolvimento da Educação Especial. De 2003 a 2007, foi gerente de Projetos da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República. Por duas vezes, foi vice-presidente do Conselho dos Direitos da Pessoa com Deficiência. Até recentemente, trabalhou no Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão.

O trabalho da Secadi envolve a educação para a diversidade e a inclusão, com a implementação de políticas educacionais nas áreas de alfabetização e educação de jovens e adultos, ambiental, em direitos humanos, educação especial, do campo, escolar indígena, quilombola e educação para as relações etnorraciais. Trabalha ainda com questões de gênero, de diversidade sexual e combate à violência.

Desmentindo boatos de que a Secadi poderia ser extinta ou diminuída, o ministro da Educação, Mendonça Filho, disse que Ivana terá a liberdade e todo o respaldo necessários para promover as “políticas públicas de inclusão, para que a educação chegue efetivamente a todos os brasileiros.”

Segundo Mendonça, o orçamento geral do MEC para este ano será de R$ 130 bilhões, dos quais R$ 500 milhões destinam-se à Secadi.

 

Últimas Notícias

Instituições financeiras reduzem previsão de déficit primário em 2018
Valor do seguro obrigatório cairá 63,3% em 2019
Eletrobras: suspensão de leilão se estende a Amazonas Energia
BNDES voltará a subscrever ações de empresas
Juros do cheque e empréstimo pessoal em 2018 foram menores que em 2017
São Paulo fecha ano com 9,9 milhões de empregos formais no comércio
Governo libera 100% de capital estrangeiro nas aéreas nacionais
BNDES fecha o ano com desembolsos de R$ 71 bilhões

MAIS NOTICIAS

 

Mega-Sena sorteia hoje prêmio de R$ 36 milhões
 
 
Câmara aprova incentivos fiscais a Sudene, Sudam e Centro-Oeste
 
 
Governadores discutem hoje segurança pública; Moro deve participar
 
 
Doria diz a Moro que estados precisam de recursos para a segurança
 
 
João de Deus afirma estar à disposição da Justiça
 
 
CGU recupera R$ 7,23 bilhões para os cofres públicos este ano

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212