Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


15 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Grêmios estudantis serão implantados nas escolas estaduais - Jornal Brasil em Folhas
Grêmios estudantis serão implantados nas escolas estaduais


A Secretaria de Educação, Cultura e Esporte de Goiás (Seduce), por meio da Coordenação de Programa, Projetos e Ações para Juventude (Paju), da Superintendência do Ensino Médio, deu início nesta semana ao Circuito Formativo de implantação dos Grêmios Estudantis nas unidades escolares. A proposta é promover o protagonismo juvenil a favor da consolidação da gestão escolar democrática.

O trabalho começou pela subsecretaria de Luziânia nesta terça-feira, dia 7, com a formação de 39 gestores. Nesta quarta, dia 8, a superintendência realiza uma roda de conversa e formação sobre as organizações estudantis com 200 estudantes que são líderes de turma. “Esses alunos farão o papel de fomentadores para os outros colegas, repassando o conhecimento e as informações obtidas nesses encontros. Aliado a isso, os gestores, junto com a subsecretaria, farão um planejamento estratégico de implementação do grêmio para cada escola”, explicou o superintendente do Ensino Médio, Wisley Pereira.

Após finalizado o trabalho em Luziânia, a equipe da superintendência segue para as subsecretarias de Piracanjuba e Aparecida de Goiânia promovendo uma discussão salutar com toda a comunidade escolar e dando sequência ao percurso formativo dos grêmios. “As organizações em cada escola não têm um prazo estabelecido para serem implementadas. O importante é que os estudantes entendam a importância dessa representatividade e as legalidades a serem cumpridas, se sintam empoderados e seguros do caminho que deve ser percorrido”, completou o superintendente.

Grêmios

Os grêmios são organizações historicamente reconhecidas dentro do universo estudantil e têm papel fundamental no vínculo entre a ação democrática escolar e a ação social para além dos muros da escola. “Estimular a organização estudantil significa ouvir o que temos de primordial dentro da escola, o aluno. É construir uma escola com a cooperação e corresponsabilização de todos e acreditar que nossos jovens também têm muito a contribuir na construção de uma educação de qualidade”, ressaltou Wisley Pereira.

A reativação dos grêmios é uma das formas positivas de organização para a gestão democrática e, por isso, a Seduce convida toda a comunidade escolar a fazer parte dessa discussão. O trabalho da Seduce tem parceria com o Conselho Estadual da Juventude (Conjuve) e com a Superintendência de Juventude de Goiás (Sujuv).

 

Últimas Notícias

Presidente Díaz-Canel defende trabalho de médicos cubanos no Brasil
Ministério vai lançar edital para repor vagas de médicos cubanos
CFM afirma que há médicos suficientes para atender Brasil
Associação lança projeto para conscientizar população sobre diabetes 2
Transposição do S. Francisco está na pauta de prioridades da transição
Temer inaugura primeira etapa do acelerador de elétrons Sirius
Temer diz que decidirá “lá na frente” reajuste de ministros do STF
Só um governador do Nordeste participa de encontro em Brasília

MAIS NOTICIAS

 

Volume de vendas do varejo cai 1,3% em setembro
 
 
Gilmar Mendes suspende decisão que obriga bancos a ressarcir clientes
 
 
Prefeitos e secretários pedem para manter cubanos no Mais Médicos
 
 
Em depoimento, Lula nega que é dono de sítio em Atibaia
 
 
Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 33 milhões no próximo sorteio
 
 
Enem: estudantes fazem hoje prova de matemática e ciências da natureza

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212