Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


19 de Abr de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Grêmios estudantis serão implantados nas escolas estaduais - Jornal Brasil em Folhas
Grêmios estudantis serão implantados nas escolas estaduais


A Secretaria de Educação, Cultura e Esporte de Goiás (Seduce), por meio da Coordenação de Programa, Projetos e Ações para Juventude (Paju), da Superintendência do Ensino Médio, deu início nesta semana ao Circuito Formativo de implantação dos Grêmios Estudantis nas unidades escolares. A proposta é promover o protagonismo juvenil a favor da consolidação da gestão escolar democrática.

O trabalho começou pela subsecretaria de Luziânia nesta terça-feira, dia 7, com a formação de 39 gestores. Nesta quarta, dia 8, a superintendência realiza uma roda de conversa e formação sobre as organizações estudantis com 200 estudantes que são líderes de turma. “Esses alunos farão o papel de fomentadores para os outros colegas, repassando o conhecimento e as informações obtidas nesses encontros. Aliado a isso, os gestores, junto com a subsecretaria, farão um planejamento estratégico de implementação do grêmio para cada escola”, explicou o superintendente do Ensino Médio, Wisley Pereira.

Após finalizado o trabalho em Luziânia, a equipe da superintendência segue para as subsecretarias de Piracanjuba e Aparecida de Goiânia promovendo uma discussão salutar com toda a comunidade escolar e dando sequência ao percurso formativo dos grêmios. “As organizações em cada escola não têm um prazo estabelecido para serem implementadas. O importante é que os estudantes entendam a importância dessa representatividade e as legalidades a serem cumpridas, se sintam empoderados e seguros do caminho que deve ser percorrido”, completou o superintendente.

Grêmios

Os grêmios são organizações historicamente reconhecidas dentro do universo estudantil e têm papel fundamental no vínculo entre a ação democrática escolar e a ação social para além dos muros da escola. “Estimular a organização estudantil significa ouvir o que temos de primordial dentro da escola, o aluno. É construir uma escola com a cooperação e corresponsabilização de todos e acreditar que nossos jovens também têm muito a contribuir na construção de uma educação de qualidade”, ressaltou Wisley Pereira.

A reativação dos grêmios é uma das formas positivas de organização para a gestão democrática e, por isso, a Seduce convida toda a comunidade escolar a fazer parte dessa discussão. O trabalho da Seduce tem parceria com o Conselho Estadual da Juventude (Conjuve) e com a Superintendência de Juventude de Goiás (Sujuv).

 

Últimas Notícias

Ex-presidente do Peru tenta se matar ao receber ordem de prisão
Ex-presidente do Peru está em estado grave após tentativa de suicídio
Governo argentino lança pacote de medidas para combater inflação
PRF apreende no Rio 300 mil maços de cigarros contrabandeados
Famílias de baixa renda de Brumadinho recebem auxílio emergencial
Governo autoriza uso da Força Nacional para segurança na Esplanada
Chega a 18 número de mortos no desabamento no Rio de Janeiro
Fachin pede manifestação de Moraes sobre inquérito de fake news

MAIS NOTICIAS

 

Copom inicia reunião nesta terça para definir taxa básica de juros
 
 
Mercado reduz projeção de crescimento da economia de 2,28% para 2,01%
 
 
Atividade econômica tem queda de 0,41% em janeiro, diz BC
 
 
Governo lança edital de estudos para concessão de 22 aeroportos
 
 
Governo do Rio anuncia rompimento da concessão do Maracanã
 
 
Conflitos e segurança poderão contar pontos na avaliação de escolas

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - EXPEDIENTE