Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


17 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Sirkis admite reunião com OAS, mas nega caixa 2 para Marina - Jornal Brasil em Folhas
Sirkis admite reunião com OAS, mas nega caixa 2 para Marina


Um dos coordenadores da campanha de Marina Silva em 2010, o ex-deputado federal do PV pelo Rio de Janeiro Alfredo Sirkis negou ontem ter havido caixa 2 para a candidata na disputa daquele ano. Ele confirma, porém, ter se reunido com o então presidente da OAS, Adelmário Pinheiro, o Léo Pinheiro, e o candidato a vice-presidente de Marina, Guilherme Leal, para pedir uma colaboração para a campanha.

Segundo informação publicada pelo colunista Lauro Jardim, na edição do GLOBO deste domingo, Pinheiro prometeu aos procuradores da Lava-Jato falar sobre um pedido de contribuição para a disputa de 2010, que teria sido feito por Leal e paga fora da contabilidade oficial apresentada à Justiça Eleitoral. Pinheiro tenta fechar um acordo de delação premiada.

Sirkis afirma que, depois do encontro, Pinheiro fez duas doações, a seu pedido, de R$ 200 mil - a primeira em agosto e a segunda em setembro de 2010, totalizando R$ 400 mil. Os repasses foram registrados no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) como contribuições para o Comitê Financeiro Único do PV no Rio de Janeiro, em vez do comitê da campanha nacional.

"As doações serviram para apoiar a campanha presidencial no Estado do Rio de Janeiro, a de governador, de deputados federais e estaduais, que funcionaram naquela eleição com uma logística unificada (material, pesquisas, rádio e TV)", escreveu Sirkis, em nota divulgada também ontem.

"Não cabe a insinuação de que a campanha de Marina tenha recebido quaisquer doações ilegais", completou.

Sirkis também deu mais detalhes sobre o encontro: "Houve a reunião em São Paulo (...). Foi a partir de iniciativa do sr. Léo Pinheiro, que tinha interesse em conhecer as ideias da campanha presidencial de Marina pelo PV. A reunião foi curta e consistiu principalmente de perguntas do sr. Léo Pinheiro sobre nossas posições em relação à economia brasileira e questões ambientais", relatou Sirkis. De acordo com os registros do TSE, os R$ 400 mil da OAS foram gastos pelo PV do Rio com pessoal e impressão de materiais diversos para o partido.

Líderes partidários na Câmara e no Senado receberam com cautela a informação de que Marina Silva recebeu recursos da OAS. Nos bastidores, ironizaram que Marina é uma das maiores críticas dos partidos e da política de doações.

O líder do PSDB na Câmara, deputado Antônio Imbassahy (BA), disse que a citação a Marina surpreende e que é preciso verificar se a informação se confirmará.

- Mas a simples citação é algo novo, porque até aqui ela não estaria envolvida em nenhum processo - disse Imbassahy.

Já o líder do DEM na Câmara, deputado Pauderney Avelino (AM), criticou o fato de Marina sempre estar atacando os demais partidos e políticos.

- Agora, ela que caiu na rede. É preciso separar o que é doação e o que é dinheiro de corrupção. No caso dela, que se julga a fada da floresta, que fica criticando todo mundo, é complicada (a citação) - disse Pauderney.

 

Últimas Notícias

Com pênalti controverso, Brasil vence Uruguai por um a zero
Brasil está preparado para substituir médicos cubanos, afirma Temer
Chega a quatro número de vítimas das chuvas em Belo Horizonte
Estudantes poderão renovar o Fies até o dia 23
Massoterapeuta Dani Bumbum deixa prisão no Rio
Cervejas terão rótulos com os ingredientes usados na fabricação
Temporal causa mortes e estragos em BH; adolescente está desaparecida
Bolsonaro reitera que decisão sobre médicos cubanos é humanitária

MAIS NOTICIAS

 

Volume de vendas do varejo cai 1,3% em setembro
 
 
Gilmar Mendes suspende decisão que obriga bancos a ressarcir clientes
 
 
Prefeitos e secretários pedem para manter cubanos no Mais Médicos
 
 
Em depoimento, Lula nega que é dono de sítio em Atibaia
 
 
Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 33 milhões no próximo sorteio
 
 
Enem: estudantes fazem hoje prova de matemática e ciências da natureza

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212