Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


17 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Projeto de aplicativos de transporte é ilegal, diz OAB - Jornal Brasil em Folhas
Projeto de aplicativos de transporte é ilegal, diz OAB


A Ordem dos Advogados do Brasil – seção Goiás (OAB-GO) poderá questionar judicialmente o projeto de lei (PL) que pretende legalizar o transporte por intermédio de aplicativos em Goiânia. A questão foi levantada durante audiência pública que debateu o tem ontem na Câmara de Vereadores.
De acordo com o presidente da Comissão de Direito Constitucional da OAB-GO, Clodoaldo dos Santos Junior, a entidade determinou para amanhã a realização de reunião para tratar do assunto. “Entendemos que a Câmara está legislando sobre uma matéria de competência da União, e que essa PL não deveria ser fruto de discussão pelos vereadores. Caso aprovada, a OAB poderá propor uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin) no Tribunal de Justiça de Goiás, para resguardar a Constituição”, avalia.
Apesar de mais calma, a sessão de discussão teve alguns momentos de tensão, especialmente quando parlamentares teceram críticas ou questionamentos tanto aos taxistas quanto aos motoristas de aplicativos. O vereador Djalma Araújo (Rede) pontuou a necessidade da legalização da modalidade. “O Uber e seus similares são uma tendência irreversível e não podemos negá-los, mas devemos garantir que cumpram a legislação vigente. Disso não podemos abrir mão”, diz.

Diálogo - Hugo Nascimento, presidente da Associação dos Permissionários de Táxi do Município de Goiânia (Aspertagyn), garante que os taxistas estão abertos ao diálogo, mas questiona a ausência de representantes dos aplicativos. “Os trabalhadores que prestam serviços via aplicativo são tão vítimas quanto nós, e não adianta mobilizar o Poder Público e o Legislativo, sem que os representantes de fato da empresa que atua no segmento estejam aqui para a discussão. Não somos contra a concorrência, desde que tutelada pelo município”, arremata. Por sua vez, o motorista do Uber Juliano Parra, reforça o desejo dos colegas que a modalidade seja legalizada brevemente. “O Plano Nacional de Mobilidade Urbana garante a regularidade da nossa atuação, mas queremos a legalização do transporte via aplicativo aqui em Goiânia para podermos trabalhar sem receio algum. Queremos concorrer com os taxistas, eticamente, apresentando um serviço diferenciado.”

 

Últimas Notícias

Governadores pedem ao STF julgamento de processos sobre repasses
Ministro quer atrair investimentos privados para Jardim Botânico do RJ
Fies vai oferecer 100 mil vagas a juro zero para alunos de baixa renda
TJ libera R$ 13 milhões para Vale ressarcir gastos do governo mineiro
Vale pede mais tempo para analisar Termo de Ajuste Preliminar
Deputados do Rio presos podem ter posses suspensas
Vale suspende operação em barragem em Brucutu e de mina em Brumadinho
TRE-RJ mantém ex-deputado Paulo Melo inelegível até 2024

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212