Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


16 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Avião a energia solar sobrevoa Estátua da Liberdade e conclui travessia pelos Estados Unidos - Jornal Brasil em Folhas
Avião a energia solar sobrevoa Estátua da Liberdade e conclui travessia pelos Estados Unidos


O avião Solar Impulse 2 aterrissou na madrugada deste sábado no aeroporto John F. Kennedy, em Nova York, após sobrevoar a Estátua da Liberdade, última etapa de sua travessia pelos Estados Unidos.

O aparelho decolou pouco antes da meia-noite do aeroporto de Lehigh Valley, Pensilvânia, e pousou sem problemas às 03H59, um minuto antes do previsto. Antes, sobrevoou Manhattan, o porto de Nova York e a Estátua da Liberdade.

É absolutamente incrível, disse o piloto suíço André Borschberg enquanto sobrevoava a estátua, iluminada para a ocasião. É um sonho.

Câmeras instaladas em um barco no porto filmaram o avião - que tem o peso de um carro grande e o tamanho de um Boeing 747 - enquanto o mesmo sobrevoava a ponte de Verrazano, a caminho da Estátua da Liberdade.

Concluir a travessia nesta estátua, símbolo da liberdade de iniciativa, da liberdade de inovar, é um momento muito importante para mim, declarou o piloto ao se aproximar de Nova York.

Depois de pouco mais de quatro horas de voo, o aparelho concluiu a última etapa de sua travessia pelos Estados Unidos, pousando no aeroporto J.F. Kennedy.

Borschberg, que recebeu telefonemas de incentivadores e jornalistas durante o voo, disse a um repórter que via uma luz cada vez mais forte enquanto cruzava a Pensilvânia e se aproximava de Nova York.

O empresário suíço esteve no comando do Solar Impulse 2 no trecho mais difícil da viagem, de 4.000 milhas e 118 horas de duração, entre Nagoya, no Japão, e o Havaí, nos Estados Unidos.

As altas temperaturas tropiciais danificaram as baterias do avião, obrigando a tripulação a interromper a travessia por meses para o conserto.

Borschberg está acostumado a aventuras: há 15 anos, escapou por pouco de uma avalanche, e, em 2013, sobreviveu a um acidente de helicóptero com alguns arranhões.

Na nova etapa, o Solar Impulse 2 irá cruzar o Atlântico até a Europa, retornando, em seguida, ao ponto de partida, em Abu Dhabi, de onde os dois pilotos suíços, Bertrand Piccard e André Borschberg, decolaram em 9 de março de 2015.

O aparelho funciona com hélices movidas à energia fornecida por suas 17.000 células fotovoltaicas. Ele costuma avançar a pouco menos de 50 km/h, mas, com exposição direta ao sol, é capaz de dobrar de velocidade.

 

Últimas Notícias

Governadores pedem ao STF julgamento de processos sobre repasses
Ministro quer atrair investimentos privados para Jardim Botânico do RJ
Fies vai oferecer 100 mil vagas a juro zero para alunos de baixa renda
TJ libera R$ 13 milhões para Vale ressarcir gastos do governo mineiro
Vale pede mais tempo para analisar Termo de Ajuste Preliminar
Deputados do Rio presos podem ter posses suspensas
Vale suspende operação em barragem em Brucutu e de mina em Brumadinho
TRE-RJ mantém ex-deputado Paulo Melo inelegível até 2024

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212