Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


14 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 GM contrata 1.000 engenheiros no Canadá para desenvolver carros autônomos - Jornal Brasil em Folhas
GM contrata 1.000 engenheiros no Canadá para desenvolver carros autônomos


O maior fabricante de automóveis americano, a General Motors (GM), anunciou na sexta-feira que contratará 1.000 engenheiros em um novo laboratório especializado no desenvolvimento de carros autônomos no Canadá.

As contratações acontecerão no decorrer dos próximos anos e contribuirão para a construção de um novo laboratório nos arredores de Toronto, indicou a GM em um comunicado.

A filial canadense da GM se especializará em programas informáticos para veículos autônomos, em segurança ativa, em infotainment (informação e entretenimento) e em tecnologias do futuro, explicou a empresa.

Elegemos o Canadá para esta expansão pelas suas capacidades de inovação, pelos seus reconhecidos talentos, sua sólida rede universitária, suas startups e seus fornecedores inovadores, disse Mark Reuss, vice-presidente da GM.

Com este novo laboratório, a GM Canadá desempenhará um papel importante no nossos desenvolvimento em direção aos carros conectados, autônomos, compartilhados e elétricos, ressaltou Reuss.

O anúncio sobre este investimento foi feito ao lado do primeiro-ministro canadense, Justin Trudeau, que destacou os postos de trabalho bem remunerados que serão criados.

A decisão, disse Trudeau, foi tomada após conversas que teve durante este inverno boreal com Mary Barra, presidente-executiva da GM, no Fórum econômico mundial de Davos.

Estas 1.000 contratações representam o maior investimento no setor automotivo canadense desde 2005, segundo o presidente da associação de fabricantes de autopeças, Flavio Volpe.

Além disso, a GM planeja desembolsar 10 milhões de dólares no seu centro de testes em climas frios de Kapuskasing, no norte da província de Ontário, disse Volpe.

A patronal da GM se pronunciou na terça-feira, após a assembleia geral de acionistas construtores em Detroit, a favor de manter o volante e os pedais nos futuros carros sem motorista, considerando sua importância para a segurança.

As autoridades americanas trabalham atualmente nas normas regulatórias para os veículos autônomos, cujo desenvolvimento tem se acelerado, impulsado por fabricantes de automóveis e por importantes empresas tecnológicas como Google e Apple.

 

Últimas Notícias

Nordeste perdeu 1 milhão de trabalhadores no campo de 2012 para 2017
IBGE prevê em 2019 safra de grãos 0,2% menor que a de 2018
Safra de grãos pode chegar a 238,3 milhões de toneladas, diz Conab
Banco do Brasil tem lucro de 14,3% no terceiro trimestre
Percentual de inadimplentes recua em outubro, diz CNC
Boletos vencidos de todos os tipos serão pagos em qualquer banco
Leonardo de Morais toma posse na presidência da Anatel
Natal deve movimentar R$ 53,5 bilhões na economia do país, prevê SPC

MAIS NOTICIAS

 

No Congresso, Temer defende reuniões frequentes entre Poderes
 
 
Bolsonaro reafirma, no Congresso, compromisso com a Constituição
 
 
Bolsonaro critica Enem e diz que prova deve cobrar conhecimentos úteis
 
 
Governo de transição dividiu trabalhos por temas em dez frentes
 
 
Para ministro, é “mais simples” unir MEC com Ciência e Tecnologia
 
 
Bolsonaro e Temer iniciam hoje formalmente governo de transição

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212