Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


20 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Tite é o novo técnico da seleção brasileiraca - Jornal Brasil em Folhas
Tite é o novo técnico da seleção brasileiraca


Tite, 55, é o novo técnico da seleção brasileira. O anúncio foi feito nesta quarta-feira (15) pelo presidente do Corinthinas Roberto de Andrade — um dia após o treinador se reunir com o presidente da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), Marco Polo Del Nero.
Ele foi contratado para substituir Dunga, demitido na terça-feira (14), após a eliminação da seleção brasileira na primeira fase da Copa América.
Edu Gaspar também deixa o Corinthians e lugar deixado por Gilmar Rinaldi como coordenador de seleções. Com isso, Leonardo é descartado dos planos de Del Nero para assumir a função.
Cleber Xavier, braço direito de Tite, será auxiliar do treinador.
Tite e Del Nero se reuniram na terça-feira por mais de três horas, mas o acordo não foi fechado. Um dos pedidos do treinador era a contratação de Edu Gaspar, gerente de futebol do Corinthians, para ocupar um cargo na comissão.
Outra solicitação de Tite foi a de não assumir a seleção olímpica. O treinador elogiou o trabalho que vem sendo feito por Micale e afirmou que não é justo pegar o posto neste momento, de acordo com pessoas que participaram do encontro.
No fim desta tarde, Micale foi confirmado pela CBF como o novo treinador da seleção olímpica. A lista, com 35 jogadores e os 12 membros da comissão técnica pré-inscritos para a Olimpíada será enviada para a FIFA até as 19h (horário de Brasília) desta quarta-feira.
A divulgação da lista final será realizada no dia 29 de junho, às 11h, na sede da CBF, com coletiva do técnico Rogério Micale.
Apesar de Tite ser um dos melhores técnicos do país, a opção de Del Nero pelo corintiano surpreendeu. Em dezembro, ele havia assinado um documento pedindo a saída do cartola do comando da CBF.
Antes da conversa de terça-feira, o técnico do Corinthians já disse não para intermediários da CBF, pelo menos quatro vezes. A última vez foi no fim de abril, conforme apurou a Folha. Em 2015, o técnico teve duas sondagens de representantes da entidade. Del Nero, porém, negou qualquer tentativa de aproximação.
Em dezembro de 2015, logo após a prisão de José Maria Marin e do indiciamento de Del Nero nos Estados Unidos, Tite assinou um manifesto pedindo a renúncia do presidente.
O treinador do time alvinegro sonhava em assumir a seleção no ano que ficou longe dos gramados para um período sabático, em 2014. Ele esperava ser chamado ao final do ciclo da Copa do Mundo, ainda mais depois do vexame de Felipão no 7 a 1 para a Alemanha.
A principal meta e missão de Tite será classificar o time para a Copa do Mundo-2018. Atualmente, a seleção brasileira ocupa a sexta colocação nas eliminatórias sul-americanas.

 

Últimas Notícias

Brasil perdeu 7,2 milhões de linhas de celular no ano passado
Petrobras reduz em 3% GLP empresarial nas refinarias
Ministro do STJ nega pedido de prisão domiciliar a João de Deus
Escassez de chuvas leva governo a acionar termelétricas mais caras
Picciani, Paulo Melo e Albertassi serão julgados por Bretas
Suspensa permissão para deputada receber denúncias contra professores
MPT não descarta pedir bloqueio dos bens do Flamengo
Número de mortos identificados em Brumadinho chega a 151

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212