Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


16 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 PM exonera comandante responsável por traficante resgatado de hospital - Jornal Brasil em Folhas
PM exonera comandante responsável por traficante resgatado de hospital


O comandante-geral da Polícia Militar do Rio de Janeiro, coronel Edson Duarte dos Santos Junior, decidiu exonerar o comandante do 5º batalhão da PM, tenente-coronel Wagner Guerci, responsável pela custódia do traficante Nicolas Labre Pereira de Jesus, conhecido como Fat Family, resgatado do Hospital Municipal Souza Aguiar por criminosos na madrugada do último domingo (19).

A decisão foi anunciada após reunião do comandante-geral com o secretário de Segurança Pública, José Mariano Beltrame, na tarde de hoje (21). Também foram afastados o subcomandante da unidade militar e o chefe de operações do Comando Regional da PM.

Santos Junior determinou também a revisão de todos os protocolos relacionados a custódia de presos em hospitais, para garantir maior rigor no controle e no acompanhamento dos detentos durante as internações. O 5º batalhão da PM é responsável pela custódia dos presos levados para o Souza Aguiar.

Resgate armado

O traficante Fat Farmily foi ferido por uma bala no rosto durante a operação que o capturou no Morro Santo Amaro, no Catetem zona sul do Rio, na terça-feira da semana passada (14). Dois dias após a operação, a Delegacia de Combate às Drogas interceptou um plano de traficantes de drogas ligados ao Comando Vermelho para libertar o preso do hospital.

O plano foi denunciado à Subsecretaria de Inteligência da Secretaria de Segurança e à Polícia Militar. O reforço no policiamento, no entanto, não foi eficaz e apenas dois policiais militares faziam a custódia de Fat Family quando vários homens fortemente armados usando fuzis, pistolas automáticas e granadas invadiram o hospital e resgataram o traficante da enfermaria ortopédica. Na ação, um homem morreu e dois ficaram feridos, um deles em estado grave. O grupo armado ainda jogou uma granada contra um carro da PM que estava estacionado no pátio do hospital, mas não havia policiais na viatura.

Para tentar localizar e prender Fat Family, a Polícia Militar vem realizando operações diárias em várias comunidades dominadas pela facção Comando Vermelho, mas o traficante ainda não foi localizado.

 

Últimas Notícias

Governadores pedem ao STF julgamento de processos sobre repasses
Ministro quer atrair investimentos privados para Jardim Botânico do RJ
Fies vai oferecer 100 mil vagas a juro zero para alunos de baixa renda
TJ libera R$ 13 milhões para Vale ressarcir gastos do governo mineiro
Vale pede mais tempo para analisar Termo de Ajuste Preliminar
Deputados do Rio presos podem ter posses suspensas
Vale suspende operação em barragem em Brucutu e de mina em Brumadinho
TRE-RJ mantém ex-deputado Paulo Melo inelegível até 2024

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212