Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


11 de Dez de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Estudantes da UnB fazem ato contra manifestação homofóbica e racista - Jornal Brasil em Folhas
Estudantes da UnB fazem ato contra manifestação homofóbica e racista


Um grupo de estudantes se reuniu hoje (20), na Universidade de Brasília (UnB), em um ato de repúdio à manifestação ocorrida no campus da instituição na noite sexta-feira (17), em que estudantes foram alvo de ofensas homofóbicas e racistas. O ato de hoje ocorreu no Instituto Central de Ciência (ICC), mesmo local da manifestação de sexta.

Nas paredes da entrada do ICC foram colados cartazes com frases como “Unidos pela liberdade de expressão”, “Abaixo o autoritarismo” e “Aqui não tem espaço para facista”. Por cerca de uma hora, estudantes, integrantes de movimentos sociais e parlamentares discursaram contra a ação de sexta, criticando o que chamaram de discurso de ódio e defendendo a liberdade de expressão e de orientação sexual.

O estudante de ciência sociais, Carlos Xavier, relatou que foi alvo das agressões de sexta-feira. Ele conta que vestia uma saia e foi chamado pelo grupo de gay de maconheiro e parasita. “Sou um cidadão como eles e também pago impostos”, disse o estudante.

O presidente da União Nacional LGBT, Andrey Lemos, discursou em solidariedade às pessoas que sofreram agressões verbais e criticou os ataques homofóbicos. “Esse discurso de ódio e intolerância tem que ser condenado, não pode ter espaço na sociedade. Temos que manter as conquistas das políticas afirmativas implementadas nos últimos anos”, disse.

O ato foi convocado por cerca de 30 centros acadêmicos da UnB. A vice-presidenta regional da União Nacional dos Estudantes (UNE), Luiza Calvette, uma das organizadoras, disse que a intenção é deixar claro que não se pode confundir liberdade de expressão com discurso de ódio. “Entendemos que nossa universidade não pode ser palco para o conservadorismo que vem crescendo. Precisamos mostrar que momentos de crise são também momentos de luta”, ressaltou.

Na noite de sexta-feira (17), estudantes da UnB foram alvo de manifestação de um grupo classificado como de “extrema direita”. De acordo com a ocorrência policial registrada por alunos da instituição e vídeo publicado nas redes sociais, cerca de 15 manifestantes entraram no Instituto Central de Ciências (ICC) da universidade com megafone e bandeiras do Brasil, gritando palavras preconceituosas contra os estudantes, com insultos racistas e homofóbicos.

Em nota, a reitoria da UnB manifestou repúdio ao protesto ocorrido na sexta-feira (17), registrando que atos de natureza agressiva serão devidamente apurados e que continuará o trabalho incessante de promoção de ações de tolerância, respeito e não violência na instituição. Segundo a reitoria, até o momento, não chegou ao conhecimento da administração superior que tenha havido agressão física no ato de sexta.

O grupo foi denunciado por dois estudantes, de 19 e 21 anos, que compareceram à 2ª Delegacia de Polícia e registraram boletim de ocorrência por injúria.

 

Últimas Notícias

Jornalista e radialista Laerte Junior morre aos 52 anos
Prazo para consolidar dívidas do Refis começa nesta segunda
Novo crediário para cartão é estudado para 2019, diz Febraban
Receita libera hoje consulta a sétimo lote de restituição do IR 2018
Intenção de investimentos da indústria cresce 4,4 pontos
Mercado reduz estimativa de inflação pela sétima vez
Demanda por bens industriais cresce 0,3% em outubro
Anatel apreende mais de 126 mil produtos não certificados

MAIS NOTICIAS

 

Novo crediário para cartão é estudado para 2019, diz Febraban
 
 
Demanda por bens industriais cresce 0,3% em outubro
 
 
Diálogo Brasil debate projeto Escola sem Partido
 
 
Brasileiro é eleito para Associação Internacional de Seguridade Social
 
 
Polícia e MP de Goiás vão apurar denúncias contra médium João de Deus
 
 
ONG homenageia policiais militares mortos no estado do Rio

 


 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212