Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


16 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Pequena empresa pode ter linha de crédito com juros de até 18% ao ano - Jornal Brasil em Folhas
Pequena empresa pode ter linha de crédito com juros de até 18% ao ano


Os presidentes do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Guilherme Afif Domingos, e do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Luciano Coutinho, reuniram-se hoje (27) para discutir a criação de uma linha de crédito para esse tipo de empresa. A ideia é que a linha tenha juros de 15% a 18% ao ano.

Afif destacou, em entrevista após o encontro, que as linhas às quais o pequeno empresário tem acesso atualmente cobram juros de até 60% ao ano. Ele informou ainda que ficou acertado com o BNDES que os contratos firmados com as micro e pequenas empresas não precisarão ser registrados em cartório, como forma de desburocratização.

A intenção é que os pequenos empresários também não precisem apresentar bens como garantia ao tomar o empréstimo. As operações serão asseguradas por um fundo garantidor, tanto do Sebrae quanto do BNDES. Os fundos seriam uma espécie de seguro de crédito e a taxa de risco seria embutida nos juros. Segundo Afif, apenas o fundo do Sebrae dispõe de R$ 700 milhões.

A linha, cujo valor máximo do empréstimo ficaria em R$ 30 mil, será destinada a capital de giro. Outra possibilidade para o pequeno empresário seria o crédito de investimento por meio do cartão BNDES. "Eles estão fazendo uma revisão para que o Cartão [de crédito] BNDES possa voltar a ser competitivo", disse Afif. Ele garantiu que a linha de crédito não terá subsídio, não afetando, portanto, o ajuste fiscal.

Na próxima quarta-feira (3), Sebrae e BNDES se reunirão com Caixa, Banco do Brasil e bancos privados que atuam no ao setor das micro e pequenas empresas. Segundo Afif, o objetivo é explicar a linha aos seus potenciais agentes financeiros.

De acordo com o presidente do Sebrae, no período de crise, a oferta de crédito aos pequenos empresários vem caindo. "Nos últimos três meses, sentimos forte queda na oferta", afirmou. O presidente do BNDES deixou a reunião sem falar com a imprensa.

 

Últimas Notícias

Governadores pedem ao STF julgamento de processos sobre repasses
Ministro quer atrair investimentos privados para Jardim Botânico do RJ
Fies vai oferecer 100 mil vagas a juro zero para alunos de baixa renda
TJ libera R$ 13 milhões para Vale ressarcir gastos do governo mineiro
Vale pede mais tempo para analisar Termo de Ajuste Preliminar
Deputados do Rio presos podem ter posses suspensas
Vale suspende operação em barragem em Brucutu e de mina em Brumadinho
TRE-RJ mantém ex-deputado Paulo Melo inelegível até 2024

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212