Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


16 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Governo do Rio abre negociação com professores para o fim da greve - Jornal Brasil em Folhas
Governo do Rio abre negociação com professores para o fim da greve


Os professores da rede estadual de educação decidiram hoje (29) em assembleia continuar com a paralisação iniciada no dia 2 de março e que na semana que vem completa dois meses. A categoria esteve reunida na quadra da Escola de Samba São Clemente, na Cidade Nova, com a presença de quase dois mil profissionais de educação, que, por unanimidade, decidiram prosseguir com a greve.

De lá, a categoria seguiu em passeata para a sede do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ), no centro, para protestar contra o corte do ponto dos profissionais de educação autorizado pela Justiça.

Em frente ao tribunal, houve enfrentamento entre professores e alunos da rede pública de educação com os policiais do 5º Batalhão da Polícia Militar, responsável pelo policiamento na região central da cidade, e com militares do Batalhão de Policiamento de Grandes Eventos, designados para acompanhar a movimentação dos professores.

Enfrentamento

De acordo com a diretora do Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação (Sepe), Dorotéa Santana Frota, houve enfrentamento e os militares jogaram gás de pimenta para dispersar a multidão. A diretora do Sepe informou que cerca de 30 professores e estudantes acabaram atingidos sem gravidade por golpes de cassetete e tiveram de ser levados para o Hospital Municipal Souza Aguiar, onde foram medicadas.

Após o incidente, os profissionais de educação rumaram para a Assembleia Legislativa (Alerj), onde um grupo conseguiu ser recebido pelo líder do governo, deputado Edson Albertassi, a pedido do governador em exercício Francisco Dornelles, para abrir um canal de negociação com os professores.

Ficou marcada para amanhã (30), às 16h, na Alerj, reunião entre representantes do Sepe e o governo, representado pelo secretário de Educação, Wagner Victer, e o líder do governo. No encontro, serão discutidas as reivindicações da categoria, com ênfase na pauta pedagógica, para tentar um consenso para o término da greve.

Corte do ponto

No dia 14, a Justiça decidiu revogar a liminar que impedia o corte do ponto dos professores grevistas no Rio de Janeiro. A decisão foi tomada um dia após o TJRJ considerar a greve abusiva.

De acordo com o tribunal, a suspensão da liminar foi determinada pelo desembargador Milton Fernandes de Souza. O magistrado argumentou que o sindicato não cumpriu a ordem de manter 70% do total dos servidores em cada escola e, por isso, o governo pode cortar o ponto dos professores em greve.

Na segunda-feira (13), o presidente do TJRJ, desembargador Luiz Fernando Ribeiro de Carvalho, declarou a greve abusiva e decidiu dobrar a multa ao sindicato caso não seja garantido o mínimo de 70% dos professores nas escolas.

 

Últimas Notícias

Presidente Díaz-Canel defende trabalho de médicos cubanos no Brasil
Ministério vai lançar edital para repor vagas de médicos cubanos
CFM afirma que há médicos suficientes para atender Brasil
Associação lança projeto para conscientizar população sobre diabetes 2
Transposição do S. Francisco está na pauta de prioridades da transição
Temer inaugura primeira etapa do acelerador de elétrons Sirius
Temer diz que decidirá “lá na frente” reajuste de ministros do STF
Só um governador do Nordeste participa de encontro em Brasília

MAIS NOTICIAS

 

Volume de vendas do varejo cai 1,3% em setembro
 
 
Gilmar Mendes suspende decisão que obriga bancos a ressarcir clientes
 
 
Prefeitos e secretários pedem para manter cubanos no Mais Médicos
 
 
Em depoimento, Lula nega que é dono de sítio em Atibaia
 
 
Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 33 milhões no próximo sorteio
 
 
Enem: estudantes fazem hoje prova de matemática e ciências da natureza

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212