Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


21 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 No incício das férias, reajustes assustam viajantes - Jornal Brasil em Folhas
No incício das férias, reajustes assustam viajantes


O período de férias começa com uma surpresa nada agradável para quem pretende viajar durante o período. Independente do meio de locomoção que a pessoa preferir - carro, moto, avião ou ônibus - o custo de sair de Goiânia será maior em relação às férias de julho do ano passado, segundo pesquisa divulgada ontem pelo Departamento de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese).
Apenas o transporte rodoviário interestadual amargou majoração de 7,7% em comparação com junho do ano passado, mas não ficará somente nisso. A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) anunciou um reajuste de 9% nas tarifas a partir de amanhã. O reajuste foi obtido a partir da variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) e do preço do óleo diesel.
Os combustíveis também sofreram ajustes em comparação a 2015. O Dieese apurou que a correção média foi de 10%, podendo variar acima dos 20% dependendo do combustível escolhido pelo consumidor. Com o desaquecimento da demanda em função da crise econômica, o setor aéreo também remarcou as tarifas. Segundo dados da Associação Brasil das Empresas Aéreas (Abear), o aumento foi de 18,3%. Do ano passado até hoje, mais de três milhões de passageiros deixaram de ser transportados em 2016.
Querosene, taxas aeroportuárias e salários pesaram no aumento dos custos operacionais, e para debelar os prejuízos, as aéreas promoveram corte de funcionários, destinos e suspenderam ou cancelaram a aquisição de novas aeronaves. A aviação doméstica brasileira registrou em maio baixa de 7,7% no movimento na comparação com maio do ano passado. Esse é o décimo resultado mensal negativo consecutivo e o pior resultado, em termos absolutos, desde maio de 2012.

Tarifa

O agricultor Marcos Reges aproveitou as férias dos filhos Márcio e Mardesson para visitar os familiares em Tauá, interior cearense. O olhar de quem aguardava ansiosamente a chegada do ônibus não conseguia disfarçar a apreensão provocada pelo custo dos três bilhetes. “Paguei R$ 1.350 para rever os parentes lá no Ceará. Se eu não tivesse trabalhado para juntar o dinheiro, ficaria por aqui mesmo. No fim é o pobre que sofre”, lamenta.
Após um período de quatro anos, a doméstica Rejane Sousa conseguiu uma brecha para ir à sua cidade natal - Codó, no Maranhão. Questionada pela reportagem de O HOJE, ela acredita que o reajuste não foi expressivo em relação à última vez que utilizou o transporte coletivo interestadual. “Acho que está mais ou menos o que paguei lá atrás, mas a qualidade dos ônibus parece ter melhorado bastante. Não ficando parada na estrada e chegando rápido no destino, é o que vale”, diz.

Demanda

Apesar do cenário econômico sombrio, a Rodoviária de Goiânia estima receber 1,3 milhão de pessoas em julho, um aumento de 50% nos embarques e desembarques de passageiros em relação a períodos normais. Os destinos mais procurados nessa época do ano em Goiás são cidades turísticas, como Aruanã, Caldas Novas e Três Ranchos. Fora do estado, destacam-se Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo.
De acordo com a administração da Rodoviária, pelo menos dois mil novos horários serão disponibilizados para atender a demanda. Para acompanhar o aumento de pessoas transportadas, o terminal terá um reforço de 30% no efetivo de segurança, limpeza e informação ao passageiro.

 

Últimas Notícias

Brasil perdeu 7,2 milhões de linhas de celular no ano passado
Petrobras reduz em 3% GLP empresarial nas refinarias
Ministro do STJ nega pedido de prisão domiciliar a João de Deus
Escassez de chuvas leva governo a acionar termelétricas mais caras
Picciani, Paulo Melo e Albertassi serão julgados por Bretas
Suspensa permissão para deputada receber denúncias contra professores
MPT não descarta pedir bloqueio dos bens do Flamengo
Número de mortos identificados em Brumadinho chega a 151

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212