Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


16 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Instituto resgata 240 animais silvestres no primeiro semestre em Manaus - Jornal Brasil em Folhas
Instituto resgata 240 animais silvestres no primeiro semestre em Manaus


De janeiro a junho, pelo menos 240 animais silvestres foram resgatados em Manaus e na região metropolitana pelo Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam). Os bichos, principalmente, preguiças, macacos, jacarés, aves e cobras estavam fora do habitat natural e em situação de risco. O resgate foi feito após denúncias da população.

“Normalmente, esses animais estão fugindo de algum desmatamento ou até mesmo pelo contato que a cidade de Manaus tem com imensos fragmentos florestais dentro da área urbana e no entorno do município, que é todo cercado de floresta primária, e invadem as casas das pessoas, disse o gerente de Fauna do Ipaam, Marcelo Garcia. De acordo com Garcia, existem casos mais complicados, de animais feridos ou que foram atropelados. Muitas preguiças tomam choques elétricos em fios de alta tensão”, exemplificou.

Também chamam a atenção do Ipaam os casos de aves feridas por linhas de pipa com cerol. Algumas vezes, o ferimento é tão grave que é necessário amputar as asas dos animais, disse Garcia. Outra situação comum, que é objeto de muitas denúncias, é o resgate de bichos criados em cativeiros ilegais. Nesse caso, o criador pode ser autuado e multado.

O gerente de Fauna do Ipaam ressaltou que nem sempre os animais podem ser resgatados. Às vezes, as pessoas ligam pedindo a retirada de um jacaré nos igarapés, os riachos que cortam a cidade, mas não fazemos esse tipo de retirada porque é o ambiente natural do animal e não podemos interferir na vida dele, explicou.

As pessoas também telefonam pedindo providências para casos de gaviões que atacam as pessoas na época que eles estão nidificando (formando ninhos) e com filhotes. Então, pra proteger o filhote, não é que eles atacam, eles dão sobrevoos para espantar as pessoas que estão perto dos ninhos. Nesse caso, a gente não pode interferir. É até crime ambiental. Nesse caso, as pessoas são orientadas a se proteger com algum objeto ou evitar passar perto dos ninhos até que as aves deixem o local.

Depois de resgatados pelo Ipaam, os animais que não têm condições de ser soltos imediatamente na natureza são levados para os centros de Triagem de Animais Silvestres da prefeitura ou do Insttuto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). “Os centros de triagem acolhem e tratam os animais feridos. Quando estão recuperados e podem ser devolvidos à natureza, assim é feito.

Se os animais não tiverem condições de ser devolvidos, procura-se uma entidade que possa recebê-los, como jardins zoológicos. Além dos zoológicos, temos os mantenedores, que são pessoas físicas que se dispõem a despender uma certa quantia em dinheiro dar a esses animais tratamento médico-veterinário e mantê-los sob sua guarda”, acrescentou.

No ano passado, foram feitos 602 resgates de animais silvestres em Manaus. O Ipaam disponiliza dois telefones para denúncias e solicitação de resgate dentro da área urbana: 21236729 e 2123-6774.

 

Últimas Notícias

Governadores pedem ao STF julgamento de processos sobre repasses
Ministro quer atrair investimentos privados para Jardim Botânico do RJ
Fies vai oferecer 100 mil vagas a juro zero para alunos de baixa renda
TJ libera R$ 13 milhões para Vale ressarcir gastos do governo mineiro
Vale pede mais tempo para analisar Termo de Ajuste Preliminar
Deputados do Rio presos podem ter posses suspensas
Vale suspende operação em barragem em Brucutu e de mina em Brumadinho
TRE-RJ mantém ex-deputado Paulo Melo inelegível até 2024

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212