Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


17 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Técnico da seleção de ginástica é afastado após acusação de abuso sexual - Jornal Brasil em Folhas
Técnico da seleção de ginástica é afastado após acusação de abuso sexual


O técnico Fernando de Carvalho Lopes, 38 anos, foi afastado na última sexta (8) da seleção brasileira masculina de ginástica artística, a menos de um mês do início da Olimpíada, devido a uma acusação de abuso sexual.
Foi instalado um procedimento no Ministério Público do Estado de São Paulo contra Lopes para investigar a acusação. O caso tramita em segredo de Justiça em promotoria de São Bernardo do Campo, no ABC Paulista.
A acusação partiu dos pais de um ginasta, que tem menos de 18 anos, que treinou até recentemente com Lopes. Esse jovem e um atleta da seleção brasileira já prestaram depoimento aos promotores. Outras pessoas próximas tanto ao ginasta quanto a Lopes também foram convocadas. O técnico nega a acusação e afirma estar com a “consciência tranquila”.
Procurada pela reportagem, a assessoria de imprensa do Ministério Público Estadual afirmou que todos os procedimentos que envolvem violência sexual são sigilosos e, portanto, o órgão não se manifestará.
A promotoria pediu aos pais do ginasta que não façam comentários enquanto o inquérito se desenvolve. A Folha apurou, contudo, que a acusação aponta que o técnico teria cometido mais de um ato abusivo com o jovem.
Apesar da discrição com que o caso tem sido conduzido, já houve desdobramentos nos bastidores.
Além da saída da comissão técnica da seleção masculina brasileira, na qual trabalhou até semana passada em São Bernardo, onde parte do grupo se prepara para a Olimpíada, Lopes foi afastado preventivamente na semana passada do ADC São Bernardo, clube em que trabalhava.
A recomendação ao veto partiu da secretaria de esportes da cidade, cujo departamento jurídico tomou conhecimento do inquérito. A prefeitura de São Bernardo promove projetos de esporte em parceria com o clube.
A secretaria afirmou que o técnico foi barrado por estar em “desacordo com a política de esporte do município”.O projeto de ginástica do clube é patrocinado pela Caixa Econômica Federal, também apoiadora da Confederação Brasileira de Ginástica.
Lopes atua em projetos de parceria entre clubes e a prefeitura de São Bernardo há aproximadamente dez anos. Por causa do trabalho desenvolvido na cidade, em 2014 passou a comandar o treinamento de Diego Hypolito, 30, bicampeão mundial na prova do solo e classificado para a Olimpíada do Rio.
Hypolito, 30, também optou por não mais receber as orientações de Lopes.
Com a cisão com Lopes, feita de forma cordial, Hypolito passou a treinar nesta reta final de preparação em São Caetano do Sul (também no ABC), sob comando de Marcos Goto, técnico do campeão olímpico Arthur Zanetti.
Lopes teve problemas recentes com outro de seus atletas. A reportagem obteve ofício enviado em maio por Juan Carlos Farias, que era ginasta do clube de São Bernardo, ao secretário de esporte da cidade, José Alexandre Devesa.
No documento, Farias relata problemas de relacionamento com o técnico, a quem critica por tê-lo desligado do clube. No final, Farias pede “imediatas sanções” a Lopes e reintegração à equipe da cidade.

PREPARAÇÃO PARA RIO-2016

Coordenador da seleção masculina, Leonardo Finco, disse que o afastamento foi feito para “proteger todos”, inclusive o próprio Lopes.
Ele afirmou que deixou o Comitê Olímpico do Brasil a par do caso também. “Estamos em uma fase importante da preparação para os Jogos e não queremos que nada interfira até que tudo se esclareça”, afirmou. Hypolito, Zanetti, Arthur Nory, Sérgio Sasaki e Francisco Barretto Júnior compõem a equipe olímpica titular.
Na reserva, estão Caio Souza e Lucas Bittencourt. Souza, uma das apostas desta nova geração, também tinha Lopes como treinador.
CONSCIÊNCIA LIMPA
Procurado pela reportagem, o técnico Fernando de Carvalho Lopes negou a acusação de abuso sexual, enfatizando ter “a consciência limpa” em relação à acusação. Ele confirmou que foi afastado da seleção e do ADC São Bernardo, clube no qual trabalhava.
Lopes reiterou que contratou quatro advogados e que, até o momento, não recebeu nenhuma notificação oficial.
“Por enquanto não tenho nada, não sei de nenhum denúncia feita. Nenhum advogado meu localizou nada sobre isso”, afirmou, citando que sua defesa foi atrás de tribunais e do Ministério Público.
Dado o fato de o inquérito correr em segredo de Justiça, os promotores podem se reservar o direito de só informar alguma das partes após investigação preliminar.
“Estou aguardando um posicionamento legal. Até agora, foi só fofoca”, completou. Lopes disse que a alegação dada pela CBG (Confederação Brasileira de Ginástica) para afastá-lo da seleção foi a de “preservar” sua imagem.
Porém, deixou no ar um desconforto com a situação. “Vivemos um momento olímpico, em que interesses falam mais alto, acima de tudo”, comentou, sem entrar em detalhes.

 

Últimas Notícias

Governadores pedem ao STF julgamento de processos sobre repasses
Ministro quer atrair investimentos privados para Jardim Botânico do RJ
Fies vai oferecer 100 mil vagas a juro zero para alunos de baixa renda
TJ libera R$ 13 milhões para Vale ressarcir gastos do governo mineiro
Vale pede mais tempo para analisar Termo de Ajuste Preliminar
Deputados do Rio presos podem ter posses suspensas
Vale suspende operação em barragem em Brucutu e de mina em Brumadinho
TRE-RJ mantém ex-deputado Paulo Melo inelegível até 2024

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212