Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


16 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Pampulha terá dois meses de eventos para celebrar título de Patrimônio Mundial - Jornal Brasil em Folhas
Pampulha terá dois meses de eventos para celebrar título de Patrimônio Mundial


A prefeitura de Belo Horizonte anunciou hoje (19) uma programação cultural com mais 60 atrações para celebrar a conquista do título de Patrimônio Mundial da Humanidade pelo Conjunto Moderno da Pampulha. As atividades serão gratuitas e voltada para as variadas faixas etárias. A programação (veja abaixo) vai de 22 de julho a 22 de setembro.

Entre as atrações, estão previstos shows dos violeiros Chico Lobo e Pereira da Viola, do violonista Marcus Vianna, do cantor Pedro Morais e da banda 14 Bis, que terá a participação do cantor Flávio Venturini e da dupla Sá & Guarabyra. Também haverá exposições, apresentações teatrais e circenses, contação de histórias, corrida, piquenique literário, feira de livros e aula de capoeira, entre outros eventos. Além disso, uma iluminação especial dos edifícios do conjunto moderno foi inaugurada ontem (18).

O título foi ratificado no último domingo (17), em Istambul (Turquia), após decisão consensual dos 21 países que integram o Comitê do Patrimônio Mundial das Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). Foi marcada para o dia 17 de agosto, às 14h, a cerimônia oficial de entrega do certificado da Unesco.

Conjunto

Único representante brasileiro na disputa, o conjunto modernista já era tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e também pelos poderes estadual e municipal. Projetado por Oscar Niemeyer, é composto por cinco edifícios: a Igreja São Francisco de Assis, a Casa do Baile, o Museu de Arte da Pampulha, o Iate Tênis Clube e a Casa Kubitschek, todos construídos na orla da Lagoa da Pampulha em 1942 e 1943 durante a gestão do então prefeito Juscelino Kubitschek.

Também integram o conjunto modernista os jardins projetados por Roberto Burle Marx, os painéis em azulejos do pintor Cândido Portinari e esculturas de artistas reconhecidos, entre eles Alfredo Ceschiatti e José Alves Pedrosa. Na esteira do complexo arquitetônico, também foram construídos nos arredores da Lagoa da Pampulha a Fundação Zoo-botânica, os estádios do Mineirão e Mineirinho e o campus da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

A lista de patrimônios culturais da Unesco inclui mais de mil bens, entre eles as Muralhas da China, as Pirâmides do Egito e o santuário inca de Machu Picchu. Minas Gerais tem mais três títulos: os centros históricos das cidades de Ouro Preto (MG) e Diamantina (MG) e o Santuário de Bom Jesus de Matosinhos, em Congonhas (MG), onde estão esculturas barrocas de Antônio Francisco Lisboa, o Aleijadinho.

A conquista reforça o potencial turístico do conjunto, que já é hoje uma das principais atrações para quem visita a capital mineira. Mas para manter o título, a Prefeitura assumiu alguns compromissos como a despoluição da Lagoa da Pampulha, a demolição de um estacionamento anexo ao Iate Tênis Clube que não faz parte do projeto original e a elaboração de um plano de turismo. Entre as medidas cogitadas, está a realização de uma licitação com o objetivo de implantar uma linha de barcos que circulem entre os edifícios do conjunto.

 

Últimas Notícias

Governadores pedem ao STF julgamento de processos sobre repasses
Ministro quer atrair investimentos privados para Jardim Botânico do RJ
Fies vai oferecer 100 mil vagas a juro zero para alunos de baixa renda
TJ libera R$ 13 milhões para Vale ressarcir gastos do governo mineiro
Vale pede mais tempo para analisar Termo de Ajuste Preliminar
Deputados do Rio presos podem ter posses suspensas
Vale suspende operação em barragem em Brucutu e de mina em Brumadinho
TRE-RJ mantém ex-deputado Paulo Melo inelegível até 2024

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212