Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


16 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Polícia retira alunos que ocupavam Fábrica de Cultura em São Paulo - Jornal Brasil em Folhas
Polícia retira alunos que ocupavam Fábrica de Cultura em São Paulo


A Polícia Militar realizou na madrugada de hoje (16) a reintegração de posse da Fábrica de Cultura do Capão Redondo, localizada na rua Algard, 82, na zona Sul da capital. O prédio estava ocupado, desde o final de maio, por aprendizes que protestavam contra demissões de educadores e o sucateamento do programa.

De acordo com a polícia, a reintegração teve início por volta das 5h30 e não deixou feridos. Os alunos bloquearam o acesso ao prédio com cadeiras, mas após negociações, deixaram o local. Um ônibus da polícia conduziu os estudantes a uma delegacia não informada pela PM. Pelas redes sociais, os alunos disseram que foram levados para o 47º Distrito Policial, em Capão Redondo.

As Fábricas de Cultura são espaços de acesso gratuito a atividades artísticas vinculadas à Secretaria da Cultura do Governo do Estado de São Paulo. Capão Redondo é uma das cinco unidades gerenciadas pela Organização Social (OS) Poiesis – Instituto de Apoio à Cultura, à Língua e à Literatura, que administra também as unidades de Brasilândia, Jaçanã, Jardim São Luís, e Vila Nova Cachoeirinha.

De acordo com os estudantes, a Poiesis está sucateando as atividades na fábrica de cultura, reduzindo ateliês, diminuindo o horário de funcionamento de bibliotecas, e demitindo funcionários.

Na última nota divulgada pela Poiesis, a administradora das fábricas disse que não havia sucateamento das atividades das unidades, mas uma “readequação”.

“Há uma readequação de orçamento por conta da crise econômica que passa o país, com reflexos na cultura. Quando se toma medidas assim, não se está considerando apenas o passado recente e o presente, mas expectativas futuras. Por isso, a Poiesis realizou o desligamento de 12 colaboradores, de um total de 114”.

 

Últimas Notícias

Governadores pedem ao STF julgamento de processos sobre repasses
Ministro quer atrair investimentos privados para Jardim Botânico do RJ
Fies vai oferecer 100 mil vagas a juro zero para alunos de baixa renda
TJ libera R$ 13 milhões para Vale ressarcir gastos do governo mineiro
Vale pede mais tempo para analisar Termo de Ajuste Preliminar
Deputados do Rio presos podem ter posses suspensas
Vale suspende operação em barragem em Brucutu e de mina em Brumadinho
TRE-RJ mantém ex-deputado Paulo Melo inelegível até 2024

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212