Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


21 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Demanda por voos nacionais cai 5,9% e tem menor resultado para junho desde 2012 - Jornal Brasil em Folhas
Demanda por voos nacionais cai 5,9% e tem menor resultado para junho desde 2012


As companhias aéreas registraram, em junho, queda de 5,9% na demanda por voos domésticos em relação a junho de 2015, considerando o número de bilhetes vendidos, trecho percorrido e descontos de ocupação pela tripulação, cortesia e gratuidades. Foi a décima primeira queda consecutiva, no pior resultado para um mês de junho desde 2012, segundo informou hoje (19) a Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear)

A oferta estimada - com base no número de assentos disponíveis e distância percorrida - apresentou retração de 6,4%. Já o movimento de passageiros teve baixa de 7% com 6,8 milhões de viagens. Os dados abrangem as empresas Avianca, Azul, Gol e Latam, associadas à Abear e que respondem por 99% do mercado doméstico.

No acumulado do primeiro semestre, houve queda de 6,6% na demanda; de 5,9% na oferta e de 8% no fluxo de passageiros em 43,2 milhões de viagens. A Gol teve uma participação no mercado de 36,42%; a Latam (34,96%); a Azul (17,15%) e a Avianca (11,48%).

Voos internacionais

O levantamento da Abear indica, ainda, ainda que a participação no transporte internacional ficou em 25% do mercado, sendo o restante operado por companhias estrangeiras. A procura por viagens internacionais caiu 5,1%, na maior queda dos últimos quatro meses e no semestre houve redução de 0,3%. Já a oferta diminuiu 8%, enquanto as viagens internacionais num total de 558,4 mil, cresceram 2% sobre junho de 2015.

De acordo com nota divulgada pela Abear, há uma tendência de busca por viagens mais curtas, indicando mais os destinos na América do Sul. A maior participação de voos internacionais foi da Latam (81,7%), seguido pela Gol (11,54%); Azul (6,7% e Avianca (0,07%).

Transporte de carga

O volume de transporte de carga em território nacional cresceu 1,9%, alcançando 26,2 mil toneladas em junho último. No semestre, foram transportadas 149,5 mil toneladas, quantidade 10,2% menor do que em igual período do ano passado. Para fora do país, em junho houve alta de 3,3% com 14,3 mil toneladas. E, de janeiro a junho, foi registrado o mesmo percentual de aumento com o volume de 88,4 mil toneladas.

 

Últimas Notícias

Inep divulga resultado do Enem
Frédéric Lamotte é o novo diretor geral da CA Indosuez Wealth (Miami) e responsável Global da região das Américas
A ACIRLAG chega para impulsionar o setor econômico da região Leste de Aparecida
Inep divulga notas do Enem na sexta-feira
Bolsonaro sanciona Lei do Orçamento 2019 de mais de R$ 3,3 trilhões
Parlamento venezuelano aprova acordo para entrada de ajuda humanitária
Imigrantes hondurenhos sofrem com obstáculos para passagem de caravana
Militares vão atuar de forma mais intensa no Programa Mais Médicos

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212