Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


26 de Sep de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Produção de insumos da medicina nuclear é interrompida por greve no Ipen - Jornal Brasil em Folhas
Produção de insumos da medicina nuclear é interrompida por greve no Ipen


O fornecimento de radiofármacos importantes para a medicina nuclear foi parcialmente interrompido no país, devido ao estado de greve de técnicos do Instituto de Pesquisas Energéticas Nucleares (Ipen), principal fornecedor de medicamentos e insumos para a medicina nuclear do país. A greve começou ontem (18) devido a impasses salariais dos cerca de 300 técnicos do instituto, que pertence ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Comunicações.

As gratificações que correspondem a cerca de 30% dos salários dos técnicos não foram incluídas no pacote de projetos de lei de reajuste de salários dos servidores, aprovado pelo Senado na terça-feira (12), o que causou descontentamento entre os técnicos. Segundo superintendente do Ipen, José Carlos Bressiani, a não inclusão da tabela de gratificações foi um erro que será corrigido em breve. “Está marcada uma reunião com o governo hoje e amanhã para definir como será feita a inclusão dessa tabela, mas é preciso encontrar a forma burocrática que permita fazer isso, pois o presidente pode vetar ou aprovar, mas não pode modificar a lei”, comentou ele. Uma nova assembleia da categoria está marcada para quinta-feira (21) para definir se os técnicos encerram a paralisação ou continuam a greve.

Um dos fornecimentos interrompidos é o do radioisótopo O Flúor-18, matéria-prima para realização de um dos mais importantes exames diagnósticos de cânceres, o PET-CT. Como o Flúor-18 tem duração somente de duas horas, não é possível armazená-lo em clínicas e hospitais.

Bressiani lamentou que a paralisação afete principalmente usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). “Hoje já deixamos de entregar o Flúor-18 para cerca de quatro hospitais e os demais radiofármacos estão sendo entregues com algum atraso. É chato, porque são pacientes, que marcaram o exame há dois, três meses e não poderão ser atendidos por falta de material”.

No início do mês, o Ipen anunciou que poderia interromper as atividades devido à falta de recursos. Em março do ano passado, os funcionários pararam a produção, em protesto pela falta de recursos para pagamento dos insumos importados e nacionais e pela interrupção de gratificação dos trabalhadores.

Monopólio

Atualmente o Ipen comercializa produtos para 430 clínicas e hospitais de medicina nuclear, sendo um terço deste material consumido pelo SUS. Além do Ipen, a produção de radiofármacos também é feita no Rio de Janeiro, Recife e em Belo Horizonte, em unidades ligadas ao Ministério de Ciência, Tecnologia e Comunicação (MCTIC). No caso de radioisótopos com mais de duas horas de vida ativa, denominados de “meia-vida longa” – a Constituição determina que a produção é de responsabilidade exclusiva do Estado brasileiro.

O Ministério da Ciência, Tecnologia e Comunicações informou que detectou a falta dos cargos de técnico e auxiliar-técnico do Ipen no Projeto de Lei da Câmara nº 33/2016 e que já pediu ao Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão a correção da matéria, para que não haja prejuízo aos interesses dos servidores. Além disso, o ministério ressaltou que mantém diálogo com a categoria para solucionar o problema o mais rápido possível.

 

Últimas Notícias

Empresários brasileiros apostam em alimentos e bebidas saudáveis
Temporal no RS deixa mais de 360 mil residências sem luz
Livro aborda mentiras contadas por presidentes do Brasil em 100 anos
Setor da cachaça lança manifesto contra carga tributária
Polícia busca PM sequestrado por criminosos na zona oeste do Rio
Bolsonaro passa bem e tem dreno retirado do abdome
PM encontra carro de policial sequestrado no Rio
Festival de Brasília termina hoje com entrega de premiações

MAIS NOTICIAS

 

Toffoli toma posse hoje na presidência do STF
 
 
Chanceler do Paraguai visita Brasil para negociar construção de pontes
 
 
Indústria recua em oito dos 15 locais pesquisados pelo IBGE em julho
 
 
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE
 
 
México investiga caso de deputadas forçadas a renunciar
 
 
A série de ataques de 11 de Setembro completa 17 anos

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212