Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


20 de Mar de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Nova York registra primeiro caso de microcefalia ligado ao zika - Jornal Brasil em Folhas
Nova York registra primeiro caso de microcefalia ligado ao zika


A cidade de Nova York registrou o primeiro caso de um bebê nascido com microcefalia relacionado ao zika vírus contraído por sua mãe, indicou o Departamento de Saúde local.

Além da microcefalia, que consiste em uma de deficiência no crescimento do cérebro e do crânio, os médicos que examinaram o bebê identificaram outros problemas cerebrais, indicou a mesma fonte, sem dar mais detalhes, em um comunicado.

A mãe do bebê havia viajado a uma das áreas onde o vírus está ativo, afirmou o Departamento de Saúde.

O zika vírus está presente em quase todos os países da América Latina, principalmente no Brasil.

A zika chamou a atenção das autoridades de saúde de todo mundo pelo alto risco que apresenta para as mulheres grávidas, já que pode provocar malformações irreversíveis no feto, sobretudo a microcefalia.

No caso dos adultos, na maioria das vezes a infecção é benigna e em alguns casos pode até passar despercebida.

Segundo o Centro para o Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC, em inglês), até o dia 14 de julho o país havia registrado 12 casos de nascimentos de bebês que apresentaram malformações relacionadas com o vírus da zika.

Para a responsável do Departamento de Saúde de Nova York, Mary Bassett, este caso é uma importante lembrança das consequências trágicas do vírus.

Durante uma mesa redonda que ocorreu na quarta-feira (20), Bassett expressou sua preocupação dado que, apesar das advertências, o número de nova-iorquinas grávidas que viajam para regiões infectados pelo vírus está aumentando.

Segundo o Departamento de Saúde, um estudo de diagnóstico realizado em Nova York após o lançamento de uma campanha de detecção, determinou que de 2.000 mulheres grávidas, 41 eram portadoras do vírus.

Lembro a vocês que todas as mulheres grávidas de Nova York, assim como as que buscam procriar, devem postergar suas viagens a lugares onde a transmissão do zika está ativa, comentou Bassett.

O vírus da zika pode ser transmitido através da picada de um mosquito infectado ou por contato sexual com alguém que está portando o vírus.

Os oficiais de Saúde dos EUA recentemente relataram um total de 1.306 casos de zika no país, além do Havaí.

A Flórida está investigando dois possíveis casos que não estão relacionados a pessoas que viajaram para locais onde o vírus está ativo.

 

Últimas Notícias

Sul e Sudeste se unem e formam consórcio para ações conjuntas
Copom inicia reunião nesta terça para definir taxa básica de juros
Mercado reduz projeção de crescimento da economia de 2,28% para 2,01%
Atividade econômica tem queda de 0,41% em janeiro, diz BC
Governo lança edital de estudos para concessão de 22 aeroportos
Governo do Rio anuncia rompimento da concessão do Maracanã
Feiras em São Paulo oferecem oportunidades de intercâmbio no exterior
Treze de 16 docentes relataram casos de agressão na escola de Suzano

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212