Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


16 de Oct de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Votação do plano diretor é adiada - Jornal Brasil em Folhas
Votação do plano diretor é adiada


Na manhã desta terça-feira, 26, em sessão extraordinária (sem custos aos cofres públicos), os vereadores de Aparecida de Goiânia voltaram a debater o projeto de lei que estabelece o novo plano diretor da cidade para os próximos dez anos. Entretanto, diante do pedido de vistas ao projeto do vereador William Ludovico (PTB), a matéria não pode ser votada.

Durante a sessão, os vereadores fizeram questionamentos e análises sobre o projeto que orientará a política de desenvolvimento e de ordenamento da expansão urbana do município para próxima década. E, com intuito de aprofundar nas avaliações, o vereador William Ludovico teve seu pedido de vistas aprovado em plenário.

“Diante da extensão e da relevância do projeto, preciso de mais tempo para analisar, juntamente com uma equipe técnica, as polêmicas que o envolvem”, explicou William.

No mesmo sentido, o vereador Edílson Ferreira (PMDB) afirmou que outros vereadores também demonstraram interesse em adiar a votação a fim de estudarem com mais tempo o plano.

O presidente da Câmara, Gustavo Mendanha (PMDB), lembrou que, democraticamente, a casa legislativa tem a tradição de respeitar todos os pedidos feitos pelos demais vereadores, mas que, diante de tamanha importância, as discussões sobre o novo plano precisam continuar como prioridade para que sua aprovação aconteça o mais rápido possível.

“Não tenho dúvidas que o novo plano diretor promoverá o crescimento de Aparecida em diversos aspectos, como infraestrutura, mobilidade e investimentos, além de proporcionar a correção de um erro histórico de nossa cidade, que é o seu crescimento desordenado. Por isso, é de suma importância a sua apreciação e aprovação”, destacou o presidente.

Se aprovada, a proposta de lei, de autoria do poder executivo, estabelecerá e organizará o crescimento, o funcionamento e o planejamento territorial da cidade, além de orientar as prioridades de investimento.

Com o retorno das sessões ordinárias na próxima semana, após recesso legislativo, a intenção é apreciar o novo plano diretor já nas primeiras sessões do segundo semestre.

 

Últimas Notícias

Apenas 3,3% dos estudantes brasileiros querem ser professores
Milhares de pessoas acompanham segundo dia do Círio de Nazaré
Eleições 2018: 20% dos candidatos ao Senado tiveram 1% dos votos
Programa debate tecnologias que desafiam mercado de trabalho
No Rio, médicos de 130 países debatem saúde da mulher
Feira debate ampliação do turismo entre Brasil e Paraguai
Bancada feminina cresce, mas recebe parentes de políticos tradicionais
Belém reúne milhares de romeiros na 226ª edição do Círio de Nazaré

MAIS NOTICIAS

 

Equipe de transição deve ser definida hoje à tarde, diz Caiado
 
 
ONS vai reforçar ações de segurança energética nas eleições e no Enem
 
 
Inflação medida pelo INPC sobe para 0,30% em setembro
 
 
Universidades particulares terão disciplina sobre primeira infância
 
 
Com Enem, horário de verão começa no dia 18 de novembro
 
 
Governo anuncia recursos de R$ 600 milhões para o ensino médio

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212