Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


20 de Mar de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Chavismo pede anulação de aliança opositora por fraude eleitoral - Jornal Brasil em Folhas
Chavismo pede anulação de aliança opositora por fraude eleitoral


O governante Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV) pediu nesta terça-feira ao Conselho Nacional Eleitoral (CNE) o cancelamento da inscrição como legenda da opositora Mesa da Unidade Democrática (MUD), que solicita a ativação de um referendo revogatório do mandato do presidente Nicolás Maduro, por fraude eleitoral no processo.

Viemos solicitar o cancelamento da inscrição do partido político MUD por estar incurso na mais gigantesca fraude eleitoral de nossa história, disse o governista Jorge Rodríguez em declarações a jornalistas na sede do Poder Eleitoral em Caracas.

Rodríguez afirmou que a solicitação se deve às supostas irregularidades cometidas durante a coleta de assinaturas para solicitar a ativação do referendo, entre as quais citou a inclusão de dados de falecidos, inabilitados políticos e menores de idade.

O governista destacou que o CNE está obrigado a atender este requerimento do chavismo imediatamente e de forma expedita, embora tenha evitado falar sobre as consequências que teria esta solicitação, se for aprovada, no processo para revogar o mandato de Maduro que é impulsionado pela oposição.

Como se vai ativar um artigo da Constituição (o referendo revogatório) com um embasamento tão profundamente manchado?, se perguntou o governista depois de se reunir com a presidente do CNE, Tibisay Lucena, a quem entregou o documento com a solicitação de anulação.

No último mês de junho o chavismo apresentou um requerimento perante o Tribunal Supremo de Justiça (TSJ) pela suposta fraude nas assinaturas apresentadas pela oposição para solicitar a ativação do referendo.

A MUD, por sua parte, deve marchar amanhã até a sede do CNE em Caracas para pedir ao Poder Eleitoral que convoque a nova fase do processo para o revogatório, que consiste em colher manifestações de vontade equivalentes a 20% dos inscritos no Cartório Eleitoral, o que representa o apoio de cerca de quatro milhões de eleitores

 

Últimas Notícias

Sul e Sudeste se unem e formam consórcio para ações conjuntas
Copom inicia reunião nesta terça para definir taxa básica de juros
Mercado reduz projeção de crescimento da economia de 2,28% para 2,01%
Atividade econômica tem queda de 0,41% em janeiro, diz BC
Governo lança edital de estudos para concessão de 22 aeroportos
Governo do Rio anuncia rompimento da concessão do Maracanã
Feiras em São Paulo oferecem oportunidades de intercâmbio no exterior
Treze de 16 docentes relataram casos de agressão na escola de Suzano

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212