Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


24 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Menopausa precoce pode acelerar envelhecimento - Jornal Brasil em Folhas
Menopausa precoce pode acelerar envelhecimento


As mulheres que entram na menopausa precocemente podem envelhecer mais rápido do que aquelas que entram mais tarde no climatério, segundo um estudo publicado na segunda-feira que pode ajudar a identificar as mulheres com maiores riscos de terem doenças relacionadas à idade.

As descobertas podem resolver uma antiga discussão, afirmou Steve Horvath, professor de genética humana e bioestatística na Escola de Medicina David Geffen School da Universidade da Califórnia, em Los Angeles.

Por décadas, os cientistas discordaram sobre se a menopausa causa o envelhecimento ou se o envelhecimento causa a menopausa, disse Horvath, autor sênior do estudo publicado na revista científica Proceedings of the National Academy of Sciences (Pnas).

É como o ovo e a galinha: qual veio primeiro? Nosso estudo é o primeiro a demonstrar que a menopausa faz você envelhecer mais rápido, acrescentou o pesquisador.

Horvath e colegas analisaram amostras de DNA de mais de 3.100 mulheres em um estudo de 15 anos sobre mulheres pós-menopausa, conhecido como Iniciativa de Saúde da Mulher.

Medindo a idade biológica de células do sangue, da saliva e do interior da bochecha, os pesquisadores foram capazes de definir a relação entre a idade cronológica de cada mulher e a idade biológica do seu corpo.

Nós descobrimos que a menopausa acelera o envelhecimento celular em 6% em média, disse Horvath.

Isso não parece muito, mas se acumula ao longo da vida de uma mulher, completou.

Uma mulher que entra na menopausa precoce aos 42 anos, por exemplo, envelheceria mais rapidamente ao longo dos próximos oito anos do que uma mulher que entrou na menopausa aos 50.

Quando a mulher de 42 anos chegar aos 50, seu corpo seria biologicamente um ano mais velho do que o de uma mulher que entrou na menopausa aos 50, segundo o estudo.

Uma vez que o sangue parece envelhecer mais rápido quando a menopausa chega, o resto do corpo provavelmente também se deteriora mais rápido, com possíveis implicações em relação a doenças.

Mas Horvath disse que a notícia não é de todo ruim para as mulheres. Algum dia, os médicos poderão usar o relógio epigenético das mulheres - o rastreamento de alterações no DNA ao longo do tempo - para ajudar a decidir sobre tratamentos como a terapia hormonal.

Os pesquisadores não precisarão mais acompanhar as pacientes durante anos para verificar a sua saúde e a ocorrência de doenças, disse Horvath.

Em vez disso, poderemos usar o relógio epigenético para monitorar a taxa de envelhecimento das suas células e para avaliar quais terapias retardam o processo de envelhecimento biológico, acrescentou.

Isso pode reduzir significativamente a duração e os custos dos ensaios clínicos e acelerar os benefícios para as mulheres, completou.

 

Últimas Notícias

Chega a 73 o número de mortos em explosão no México; feridos somam 74
Forte terremoto de magnitude 6,7 atinge o Chile
Mais de 150 imigrantes se afogam no Mar Mediterrâneo
Brasil e Europa vão ser interligados por novo cabo submarino
Acordo para mudar nome da Macedônia gera protestos em Atenas
Ghosn está disposto a aceitar qualquer condição para obter fiança
Bombeiros buscam pessoa desaparecida depois de tromba dágua no Rio
Mega-Sena acumula de novo e pode pagar R$ 38 milhões na quarta-feira

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212