Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


23 de Mar de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Após quatro anos, Carrefour retoma vendas pela internet no Brasil - Jornal Brasil em Folhas
Após quatro anos, Carrefour retoma vendas pela internet no Brasil


Quase quatro anos após encerrar sua atividade de vendas on-line no Brasil, o Carrefour anunciou nesta terça-feira (26) que vai voltar a vender produtos pela internet.
A partir de hoje, o Carrefour.com passa a oferecer 12 categorias de produtos eletrônicos, itens de decoração, saúde e infantis.
Não haverá frete gratuito, segundo Charles Desmartis, presidente do Grupo Carrefour Brasil.
A venda de alimentos, de operação considerada mais complexa devido à distribuição de perecíveis, está programada para o ano que vem.
É na categoria de produtos alimentares que a empresa pretende extrair a maior participação de mercado, por ser uma área de consumo ainda pouco explorada no comércio eletrônico no país, segundo Desmartis,
As vendas on-line atenderão inicialmente apenas a região Sudeste, mas nos próximos meses abrangerão gradualmente as regiões Sul, Centro-Oeste, Nordeste e Norte.
Com o Brasil, o Carrefour passa a ter dez operações de e-commerce no mundo.
A companhia surpreendeu o setor varejista em 2012, quando anunciou o fechamento de seu comércio eletrônico no país, como parte de uma reestruturação global da empresa. Na época, anunciou alterações em seu plano de investimento devido à redução dos gastos dos consumidores na Europa afetada pela crise de dívida.
A retomada da operação de comércio eletrônico pelo Carrefour já vinha sendo anunciada pela empresa desde meados de 2014 e voltou a ser ventilada no ano passado, quando se falava em abrir a operação por meio de eletrônicos e eletrodomésticos. Mas Desmartis dizia que, como a venda desses produtos registrava fortes quedas, o grupo não tinha pressa de colocar a plataforma no ar.
Segundo ele, era necessário alinhar as áreas de sistemas, logística e ajustar a oferta nas lojas à entrega. A plataforma tecnológica desenvolvida agora pretende possibilitar a integração entre o e-commerce e as lojas físicas.
Nesse processo de integração, o Carrefour.com tem hoje um centro de distribuição exclusivo em Embu das Artes (SP), mas irá progressivamente compartilhar os centros de distribuição das lojas físicas no futuro para aproveitar a capilaridade da rede no país.
De acordo com Desmartis, o atual lançamento das vendas online não exigiu grandes aportes de capital. “O maior investimento foi em tecnologia da informação e sistemas”, disse. Os planos de abertura de capital no Brasil permanecem, portanto, sem urgência no radar da empresa enquanto a economia local não for favorável, conforme as últimas declarações públicas de Desmartis.

 

Últimas Notícias

Jovens têm menos chance de contratação e mais de serem demitidos
Bolsa cai e dólar fecha em R$ 3,80
Araújo: dispensa de status especial na OMC nos coloca como país grande
Países sul-americanos devem sair de uma só vez da Unasul, diz ministro
Chanceler descarta emprego das Forças Armadas na Venezuela
Moçambique, Zimbábue e Malauí tentam identificar vítimas de ciclone
Nova Zelândia quer proibir, em abril, venda de armas do tipo militar
Conselho Europeu aceita prorrogar saída do Reino Unido para maio

MAIS NOTICIAS

 

Copom inicia reunião nesta terça para definir taxa básica de juros
 
 
Mercado reduz projeção de crescimento da economia de 2,28% para 2,01%
 
 
Atividade econômica tem queda de 0,41% em janeiro, diz BC
 
 
Governo lança edital de estudos para concessão de 22 aeroportos
 
 
Governo do Rio anuncia rompimento da concessão do Maracanã
 
 
Conflitos e segurança poderão contar pontos na avaliação de escolas

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212