Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


24 de Sep de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Casa noturna de São Paulo se compromete a não discriminar frequentadores - Jornal Brasil em Folhas
Casa noturna de São Paulo se compromete a não discriminar frequentadores


O Ministério Público de São Paulo (MP-SP) e a casa noturna Villa Mix assinaram um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), em que o estabelecimento se compromete a não fazer seleção arbitrária de seus frequentadores. Segundo inquérito, ex-funcionários da casa relataram que eram orientados a selecionar clientes por critérios de raça, posição social e padrão estético.

Os clientes que enviarem, antecipadamente, os nomes para serem incluídos em uma lista de reserva vão entrar na casa por ordem de chegada. A Villa Mix ainda terá de reafirmar, no e-mail enviado como resposta aos frequentadores, que repudia discriminação:

“Ressaltamos, ademais, que a casa repudia qualquer forma de discriminação em virtude de raça, sexo, orientação sexual, identidade de gênero, cor, origem, condição social, idade, porte ou presença de deficiência e doença não contagiosa por convívio social ou qualquer outra forma de discriminação”.

Denúncias postadas há um ano no Facebook deram início ao inquérito do MP-SP. A jornalista Stephanie Calazans, de 24 anos, uma das criadoras da página com críticas à casa noturna, contou que teve a iniciativa ao presenciar a discriminação contra uma amiga.

Em entrevista à Agência Brasil, em agosto do ano passado, a jornalista disse que tentava entrar com duas amigas na Villa Mix e que uma delas foi barrada. “Era aniversário dela, e as três tinham nome na lista. Eles ficaram perguntando o número do RG e alegando que estava errado, mas a gente viu que era mentira. Foi uma situação bem humilhante. Minha amiga é simples, humilde, não tem os padrões da casa. Não usa salto, nem maquiagem pesada, nem roupa justa. E ela é parda”, disse a jornalista.

A Agência Brasil tentou entrar em contato com a assessoria de imprensa da Villa Mix, mas ninguém atendeu ao telefone. Quando foi instaurado o inquérito, a casa informou que trabalha com idoneidade e sem qualquer prática de discriminação.

 

Últimas Notícias

Varejo perde R$ 19,5 bilhões em 2017 por danos em produtos e furtos
A partir deste sábado, candidatos só podem ser presos em flagrante
Brasileiros não se sentem prontos para lidar com a morte, diz pesquisa
Aos 95 anos, Gervásio Baptista recebe Medalha do Mérito Jornalístico
PF combate grupo criminoso responsável por contrabando de cigarros
Primavera começa hoje com possibilidade de novo episódio do El Niño
Facebook anuncia medidas para combater contas falsas e desinformação
Polícia Militar faz operação na Rocinha

MAIS NOTICIAS

 

Toffoli toma posse hoje na presidência do STF
 
 
Chanceler do Paraguai visita Brasil para negociar construção de pontes
 
 
Indústria recua em oito dos 15 locais pesquisados pelo IBGE em julho
 
 
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE
 
 
México investiga caso de deputadas forçadas a renunciar
 
 
A série de ataques de 11 de Setembro completa 17 anos

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212