Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


15 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Universidade do SUS abre curso de atendimento a pacientes com tuberculose e HIV - Jornal Brasil em Folhas
Universidade do SUS abre curso de atendimento a pacientes com tuberculose e HIV


Com o intuito de capacitar os profissionais de saúde no atendimento e tratamento da coinfecção Tuberculose e HIV, a Universidade Aberta do SUS (UNA-SUS) em parceria com a Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde (SVS/MS) está com inscrições abertas até 20 de novembro para o curso Organização de Serviços para Atendimento de Pessoas Coinfectadas por Tuberculose e HIV. As inscrições podem ser feitas pelo site da Universidade.

Com carga horária de 15 horas, o curso é voltado para profissionais de nível superior, que manejam antirretrovirais – medicamentos que combatem o HIV – e é composto por quatro atividades educacionais, que abordam desde a realização de exames e acompanhamento clínico até a definição de fluxos para adoção de medidas para controle de infecção e a oferta de medicamentos.

Segundo o diretor-adjunto do Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais (DDAHV), Marcelo Freitas, ter profissionais de saúde capazes de oferecer um cuidado qualificado é fundamental para melhor enfrentamento das doenças. “Este curso é uma ferramenta essencial. Com uma rede de serviços organizada, os coinfectados Tuberculose e HIV terão atendimento qualificado, o que deverá repercutir na redução de mortalidade e melhoria na qualidade de vida”, explica Marcelo.

O curso possui um ambiente de fácil navegação, com conteúdo didático e prático. Além disso, permite ao aluno realizar o download dos conteúdos quando estiver utilizando a internet e estudar, mesmo quando estiver offline.

Entenda a TB-HIV

Coinfecção é quando o organismo sofre com duas ou mais doenças ao mesmo tempo. Em soropositivos, as coinfecções dificultam o tratamento, pois debilitam ainda mais a saúde do paciente. Nesse caso, são necessárias estratégias específicas para facilitar o acompanhamento e evitar interações entre os medicamentos. Com o tratamento adicional, podem surgir novos efeitos colaterais.

A coinfecção Tuberculose e HIV ainda é uma condição que causa grande impacto na mortalidade de pessoas vivendo com HIV/Aids (PVHA), pois estão mais propensas a desenvolver tuberculose ativa do que a população em geral.

 

Últimas Notícias

Governadores pedem ao STF julgamento de processos sobre repasses
Ministro quer atrair investimentos privados para Jardim Botânico do RJ
Fies vai oferecer 100 mil vagas a juro zero para alunos de baixa renda
TJ libera R$ 13 milhões para Vale ressarcir gastos do governo mineiro
Vale pede mais tempo para analisar Termo de Ajuste Preliminar
Deputados do Rio presos podem ter posses suspensas
Vale suspende operação em barragem em Brucutu e de mina em Brumadinho
TRE-RJ mantém ex-deputado Paulo Melo inelegível até 2024

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212