Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


24 de Sep de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Venezuela reage à carta de Serra sobre comando do Mercosul - Jornal Brasil em Folhas
Venezuela reage à carta de Serra sobre comando do Mercosul


A Venezuela reagiu hoje (2) a um comunicado do ministro das Relações Exteriores do Brasil, José Serra, sobre a presidência pro tempore do Mercosul, motivo de impasse desde a última sexta-feira (29), quando o Uruguai deu por encerrrada sua gestão sem transferir oficialmente o comando do bloco para o país de Nicolás Maduro.

Serra enviou uma carta aos chanceleres dos países do grupo em que critica a saída do Uruguai e diz não reconhecer a Venezuela na presidência do Mercosul. Segundo o ministro, o governo brasileiro “entende que se encontra vaga” a presidência do bloco regional.

Para Serra, a decisão sobre o comando do Mercosul deveria ter sido postergada até que os integrantes do bloco resolvessem o impasse sobre a sucessão, que, segundo ele, não pode caber à Venezuela porque o país bolivariano não cumpriu requisitos e normas internas para tal.

Em comunicado divulgado nesta terça-feira, o governo de Maduro informou que “reafirma o seu compromisso com os trabalhadores” apesar das “manobras que precederam a chegada da Venezuela à presidência [do Mercosul]”.

A presidência pro tempore do Mercosul é trocada a cada seis meses, e os países se revezam seguindo a ordem alfabética. Desde a última sexta, quando o Uruguai deixou o posto, a Venezuela reivindica a vaga.

Para o Uruguai, não há argumentos jurídicos que impeçam a transferência da presidência temporária do bloco para a Venezuela, mas Argentina, Brasil e Paraguai se opõem por causa da situação política do país de Maduro.

Em meados de julho, a Cúpula de Presidentes do Mercosul, onde ocorreria a transferência, foi cancelada. Reuniões do conselho do bloco para discutir o impasse também foram convocadas e suspensas por falta de consenso.

Uruguai

Na correspondência aos chanceleres, Serra criticou a “decisão unilateral” do Uruguai de dar por encerrado seu mandato no bloco. Segundo ele, a iniciativa “gera incerteza e impõe a necessidade de adoção de medidas pragmáticas para permitir o funcionamento do Mercosul”.

Serra manifestou apoio à solução proposta pela Argentina, de adotar um “mecanismo transitório de coordenação coletiva”.

Já a Venezuela, que classifica a questão como encerrada, denuncia no comunicado o que chama de “maquinações de extrema direita do sul do continente”. Para os venezuelanos, Argentina, Brasil e Paraguai “vêm atuando de maneira sorrateira por meio de maneiras legalistas para tentar impedir o que lhe pertence de direito”.

 

Últimas Notícias

Varejo perde R$ 19,5 bilhões em 2017 por danos em produtos e furtos
A partir deste sábado, candidatos só podem ser presos em flagrante
Brasileiros não se sentem prontos para lidar com a morte, diz pesquisa
Aos 95 anos, Gervásio Baptista recebe Medalha do Mérito Jornalístico
PF combate grupo criminoso responsável por contrabando de cigarros
Primavera começa hoje com possibilidade de novo episódio do El Niño
Facebook anuncia medidas para combater contas falsas e desinformação
Polícia Militar faz operação na Rocinha

MAIS NOTICIAS

 

Toffoli toma posse hoje na presidência do STF
 
 
Chanceler do Paraguai visita Brasil para negociar construção de pontes
 
 
Indústria recua em oito dos 15 locais pesquisados pelo IBGE em julho
 
 
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE
 
 
México investiga caso de deputadas forçadas a renunciar
 
 
A série de ataques de 11 de Setembro completa 17 anos

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212