Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


21 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Durante campanha de amamentação, manifestantes criticam plano de saúde popular - Jornal Brasil em Folhas
Durante campanha de amamentação, manifestantes criticam plano de saúde popular


A campanha de amamentação lançada hoje (6) pelo ministro da Saúde, Ricardo Barros, foi ofuscada por um protesto do movimento Ocupa SUS contra a proposta de criação de planos de saúde populares. As vaias e palavras de ordem, na Casa Brasil, não permitiram que a fala do ministro pudesse ser ouvida pela plateia que participou da ação que faz parte da 15ª semana mundial da amamentação. O grupo acusa o ministro de tentar privatizar o Sistema Único de Saúde.

Uma das manifestantes, a psicóloga e servidora pública Amanda Almeida, disse que a medida significa desinvestimento no SUS. “É a privatização por dentro do Estado. Lutamos pelo aumento e qualificação do SUS. Ele já falou que o PIB [Produto Interno Bruto] não cabe no SUS, que é importante enxugar o SUS, cada dia ele vem com uma pérola.

Barros chamou o protesto de partidarista e ideológico. Os planos já existem. A decisão de entrar e sair de um plano é individual. Não vejo essa preocupação com esse plano. O que existe na verdade, neste momento, é uma vontade de contestar tudo, achando que desgastando o governo, haverá possibilidade de reversão no Senado, disse ele ao se referir ao processo de impeachment da presidenta afastada Dilma Rousseff, que tramita no Senado.

Para o ministro, que criou na quinta-feira (4) uma equipe de trabalho para estudar o formato de planos de saúde mais baratos, a iniciativa pode ajudar a economizar recursos para a área. O governo federal tem déficit de R$ 170 bilhões este ano e um de R$ 140 bilhões para o ano que vem. Não é no Tesouro que conseguiremos recursos. Precisamos buscar outras fontes que possam melhorar a qualidade do atendimento, disse ele. Os planos mais baratos darão acesso a pessoas para consultas e internações que não buscarão no SUS.

Aleitamento Materno

O evento faz parte da comemoração da 15ª Semana Mundial de Amamentação, que este ano tem como tema Aleitamento Materno: Presente Saudável, Futuro Sustentável. O Brasil é referência mundial em amamentação e registra altas taxas de aleitamento exclusivo até os seis meses de idade.

O ministro comemorou que o tempo de amamentação aumentou de dois meses e meio para 11 meses. Cerca de 40% das mães brasileiras mantêm hoje amamentação exclusiva até os seis primeiros meses de vida do bebê, o dobro do registrado em países como Estados Unidos e China.

Temos um número muito positivo em relação aos outros países do mundo, mas vamos melhorar muito, assim como temos conseguido aumentar o número de pratos normais em relação às cesarianas. Temos que investir cada vez mais nas formas mais naturais e tradicionais de criação e fortalecimento das crianças, destacou.

A presidenta do Departamento Científico de Aleitamento Materno da Sociedade Brasileira de Pediatria, Elsa Giugliani, comparou o aleitamento ao espírito olímpico que preza a fraternidade e a igualdade. O aleitamento materno é igualitário por ser acessível a todas as camadas sociais, um dos comportamentos positivos de saúde mais frequentes entre os pobres.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o aleitamento evita diarreia e infecções respiratórias, pois o leite transmite anticorpos e nutrientes essenciais para o bebê. A OMS afirma ainda que se todos os bebês fossem amamentados até pelo menos o sexto mês, 72% e 57% das internações hospitalares provenientes dessas duas doenças seriam evitadas.

Campanha de HIV

Na parte da tarde, na Casa Brasil, será lançada outra campanha do Ministério da Saúde: a de prevenção ao HIV e à aids e de não discriminação nos Jogos Olímpicos Rio 2016. Inspirada no emblema dos Jogos Rio 2016, o nome da campanha é #EuAbraço vai até o dia 18 de setembro no Rio e em Salvador.

 

Últimas Notícias

Atos em Brasília marcam os 50 anos da Receita Federal
Temer pede que brasileiros reflitam sobre questão racial
Grafiteira faz mural de 500 m2 no Rio para homenagear mulheres negras
Dia da Consciência Negra é comemorado no Rio com homenagem a Zumbi
Estados poderão decidir se darão aulas a distância no ensino médio
Moro escolhe delegados da Lava Jato para PF e departamento do MJ
Estudante poderá escolher área a ser avaliada no segundo dia do Enem
PF prende suspeitos de ligações com facções criminosas em sete estados

MAIS NOTICIAS

 

Estimativa do mercado para inflação cai pela quarta vez seguida
 
 
Autoridades de Cuba anunciam retorno de médicos antes do fim do ano
 
 
Guatemala monitora atividades de vulcão que pode ter novas erupções
 
 
Ex-CEO da Nissan é preso no Japão suspeito de reduzir próprio lucro
 
 
Governador eleito do Rio promete nova concessão para o Maracanã
 
 
Relatório alerta que há 45 barragens sob ameaça de desabamento

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212