Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


20 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Cidade japonesa de Nagasaki lembra os 71 anos de bombardeio atômico - Jornal Brasil em Folhas
Cidade japonesa de Nagasaki lembra os 71 anos de bombardeio atômico


A cidade de Nagasaki, no Japão, lembrou nesta terça-feira o 71º aniversário do bombardeio atômico com um minuto de silêncio em homenagem às dezenas de milhares de vítimas do ataque, em uma cerimônia marcada pela recente visita a Hiroshima do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama.

O ato começou às 10h35 (hora local) e teve seu momento central às 11h02 (hora local), momento exato em que a bomba Fat man explodiu sobre a cidade, com um minuto de silêncio acompanhado pelo tradicional Sino da Paz, em homenagem às vítimas.

Após a cerimônia em memória das vítimas, o primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, e o prefeito de Nagasaki, Tomihisa Taue, realizaram discursos onde destacaram a importância da histórica visita de Obama a Hiroshima no mês de maio e pediram pelo fim da proliferação nuclear.

A visita do presidente dos EUA e a mensagem pacifista que este enviou em Hiroshima dão esperanças para aqueles que acreditam em um mundo livre de armas nucleares, tanto no Japão e em outros países, disse Abe em seu discurso.

Não se pode voltar para a tragédia que ocorreu há 71 anos em Hiroshima e Nagasaki, afirmou Abe, lembrando que o Japão, é o único país que sofreu com a bomba atômica na guerra, e que fará todos os esforços para fazer encaminhar um Tratado de não-Proliferação de Armas nucleares ratificadas pela comunidade internacional.

Obama mostrou ao mundo a importância de ouvir, ver e sentir por si mesmo a realidade do bombardeio atômico com a sua visita a Hiroshima, disse o prefeito Tomihisa Taue.

Os EUA lançaram o primeiro ataque nuclear da história sobre a cidade de Hiroshima no dia 6 de agosto de 1945 e três dias depois lançou uma segunda bomba atômica sobre Nagasaki, o que desembocou na rendição do Japão no dia 15 de agosto e pôs fim à Segunda Guerra Mundial.

 

Últimas Notícias

Estimativa do mercado para inflação cai pela quarta vez seguida
Autoridades de Cuba anunciam retorno de médicos antes do fim do ano
Guatemala monitora atividades de vulcão que pode ter novas erupções
Marcelo Piloto é extraditado do Paraguai para o Brasil
Ex-CEO da Nissan é preso no Japão suspeito de reduzir próprio lucro
Governador eleito do Rio promete nova concessão para o Maracanã
Relatório alerta que há 45 barragens sob ameaça de desabamento
Relatório alerta que há 45 barragens sob ameaça de desabamento

MAIS NOTICIAS

 

Estimativa do mercado para inflação cai pela quarta vez seguida
 
 
Autoridades de Cuba anunciam retorno de médicos antes do fim do ano
 
 
Guatemala monitora atividades de vulcão que pode ter novas erupções
 
 
Ex-CEO da Nissan é preso no Japão suspeito de reduzir próprio lucro
 
 
Governador eleito do Rio promete nova concessão para o Maracanã
 
 
Relatório alerta que há 45 barragens sob ameaça de desabamento

 


 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212