Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


16 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Senador Roberto Muniz declara voto a favor de Dilma e contra pronúncia - Jornal Brasil em Folhas
Senador Roberto Muniz declara voto a favor de Dilma e contra pronúncia


O senador Roberto Muniz (PP-BA), que vinha mantendo em segredo sua posição sobre o impeachment da presidenta Dilma Rousseff, declarou hoje (9) que votará contra a pronúncia dela por crime de responsabilidade. O senador era um dos poucos cujo voto ainda não era conhecido oficialmente.

Muniz que é suplente do senador Walter Pinheiro (sem partido-BA) – que está licenciado para atuar no governo da Bahia – fez discurso no qual alertou para a banalização do instituto do impeachment em detrimento da legitimidade do voto popular. “A banalização do instituto do impeachment poderá servir de mecanismo para espancar, submeter ou mesmo sub-rogar a legitimidade popular”, disse o senador.

O senador lembrou ainda a importância de Dilma como a primeira mulher eleita presidente do país e disse não estar convencido do dolo e de que ela tenha praticado crimes. Para ele, a condenação da presidenta poderá gerar situação de insegurança para outros gestores públicos.

“A gestora agiu baseada por expressos posicionamentos dos órgãos técnicos, que afirmavam a legalidade dos atos até então. Por fim, ainda havia debate entre as áreas técnicas do Tribunal de Contas e do Executivo e havia até ausência de registros dessa prática por parte do TCU. Concluo, então, que não há dolo e nem omissão. Porém, o mais importante que acho é entender que, mesmo que se tenha constatado uma irregularidade fiscal, o mesmo não alcança o patamar de crime de responsabilidade”, disse.

Hoje o Senado vota o parecer do senador Antonio Anastasia (PSDB-MG), favorável à condenação de Dilma Rousseff. Se o parecer for aprovado, a presidenta se torna ré no processo e irá a julgamento por crime de responsabilidade.

 

Últimas Notícias

Presidente Díaz-Canel defende trabalho de médicos cubanos no Brasil
Ministério vai lançar edital para repor vagas de médicos cubanos
CFM afirma que há médicos suficientes para atender Brasil
Associação lança projeto para conscientizar população sobre diabetes 2
Transposição do S. Francisco está na pauta de prioridades da transição
Temer inaugura primeira etapa do acelerador de elétrons Sirius
Temer diz que decidirá “lá na frente” reajuste de ministros do STF
Só um governador do Nordeste participa de encontro em Brasília

MAIS NOTICIAS

 

Volume de vendas do varejo cai 1,3% em setembro
 
 
Gilmar Mendes suspende decisão que obriga bancos a ressarcir clientes
 
 
Prefeitos e secretários pedem para manter cubanos no Mais Médicos
 
 
Em depoimento, Lula nega que é dono de sítio em Atibaia
 
 
Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 33 milhões no próximo sorteio
 
 
Enem: estudantes fazem hoje prova de matemática e ciências da natureza

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212