Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


22 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 CPI da Olimpíada volta a funcionar no Rio por ordem da justiça - Jornal Brasil em Folhas
CPI da Olimpíada volta a funcionar no Rio por ordem da justiça


Após determinação da 7ª Vara da Fazenda Pública do Tribunal de Justiça, a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Olimpíada da Câmara de Vereadores do Rio de Janeiro voltou a funcionar. Desde o dia 31 de maio, a CPI estava suspensa em decorrência das manobras do presidente da câmara, Jorge Felippe (PMDB).

Hoje (15), os membros da Comissão Parlamentar de Inquérito, que tem como objetivo apurar os gastos com a realização da Rio 2016, receberam 11 DVDs que já estão sendo analisados pelo vereador Jefferson Moura (Rede), autor do pedido de abertura da CPI. A Câmara só deu continuidade aos trabalhos depois que o juiz Eduardo Antônio Klausner deu um ultimato ao presidente da Câmara, Jorge Felippe, pedindo informações sobre a real situação da CPI.

Rumo da CPI

De acordo com o vereador Jorge Felippe, cabe aos membros da comissão determinar os novos passos a seguir. A convocação para a próxima reunião pode ser feita pelo presidente da CPI ou pela maioria dos membros: “A competência para determinar os atos da CPI é da própria comissão. A presidência não pode interferir nos trabalhos da comissão. O que compete ao presidente, já foi feito. Foi determinado o seu prosseguimento e a suspensão da suspensão. Isso nós já fizemos, acolhendo a determinação do juiz da 7ª Vara da Fazenda Pública e, a partir de então, são os próprios membros da comissão que deliberarão sobre a forma, condições e datas de trabalho”.

O presidente da CPI, vereador Átila Nunes (PMDB) afirmou que foi solicitada uma série de documentos e acredita ser necessário saber quais já foram entregues à CPI para análise, quais ainda estão pendentes e quais acordos de cooperação mútua entre a Câmara do Rio e os outros órgãos já foram celebrados.

A gente quer resultados, o que somente será possível com base em documentos. São milhares de páginas sobre as quais temos que nos debruçar para, posteriormente, nos reunirmos com vistas à retomada da CPI

Já o relator da CPI, vereador Thiago Ribeiro (PMDB), pediu responsabilidade na condução dos trabalhos:
Temos mais de dois meses para o fim deste mandato. Há tempo hábil para se analisar cada documento e fazer o trabalho desta CPI com muita tranquilidade e muita clareza, dando à população da cidade as respostas que ela tanto precisa.

 

Últimas Notícias

Michelle Bolsonaro e Marcela Temer visitam o Palácio da Alvorada
STF adia decisão definitiva sobre decreto de indulto natalino
Empresário repassou mansão a Adriana Ancelmo, diz delator
Audiência debate mudanças no currículo dos cursos de engenharia
Presidente eleito se reúne com Mozart Ramos, do Instituto Ayrton Senna
MP quer multar prefeitura de SP por falta de manutenção de viadutos
Criação de emprego formal desacelera 24,6% em outubro, revela Caged
Fábio Ramalho considera normal sua candidatura à presidência da Câmara

MAIS NOTICIAS

 

Grafiteira faz mural de 500 m2 no Rio para homenagear mulheres negras
 
 
Estados poderão decidir se darão aulas a distância no ensino médio
 
 
Estudante poderá escolher área a ser avaliada no segundo dia do Enem
 
 
PF prende suspeitos de ligações com facções criminosas em sete estados
 
 
Bolsonaro confirma Mandetta para a Saúde
 
 
México habilita 26 empresas brasileiras para compra de carne de frango

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212