Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


23 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Magnata republicano rejeita Trump e doa US$ 2 milhões a Hillary - Jornal Brasil em Folhas
Magnata republicano rejeita Trump e doa US$ 2 milhões a Hillary


O magnata cubano-americano Mike Fernández, que historicamente apoiou o Partido Republicano, pediu aos latinos que votem contra Donald Trump e anunciou uma doação de US$ 2 milhões à campanha da candidata democrata à presidência dos Estados Unidos, Hillary Clinton.

Em uma coluna de opinião publicada nesta terça-feira pelo jornal Miami Herald, Fernández recomenda aos hispânicos que rejeitem a violência de Trump contra esta comunidade.

Peço a todos os latinos que rejeitem o homem que fomenta a violência contra eles, declarou Fernández.

O empresário doará US$ 2 milhões à campanha da ex-secretária de Estado para o registro de eleitores latinos na Flórida, estado onde reside e um dos mais decisivos para as eleições presidenciais de novembro.

Fernández apoia a normalização das relações com Cuba impulsionada desde 2014 pelo governo do presidente Barack Obama e pediu que os cubano-americanos rejeitem Trump, que recentemente anunciou em Miami que reverteria essa decisão caso chegue à Casa Branca.

Este homem está levando os EUA e vocês pelo mesmo caminho de decepção que vocês viveram durante 60 anos, expressou Fernández aos compatriotas.

O empresário, que tinha apoiado a candidatura do ex-governador republicano da Flórida Jeb Bush à presidência, afirmou que não pode apoiar um partido que não reconhece.

Como republicano que contribuiu para milhões de causas de nosso partido, pergunto: por que nosso partido não fez uma avaliação psicológica de seu candidato?, questionou.

Em 2014, Fernández, um dos principais aliados do governador da Flórida, Rick Scott, renunciou a seu posto na campanha para a reeleição do republicano após denunciar que sua equipe não entendia a cultura dos eleitores hispânicos.

O empresário, que era presidente da arrecadação de fundos para a campanha de Scott, expressou sua frustração em vários e-mails nos quais denunciava membros da equipe do governador por imitar o sotaque mexicano.

Hillary Clinton é, sem dúvida, uma opção superior a Donald Trump, considerou Fernández, ao argumentar que o empresário imobiliário ameaça os valores básicos da democracia. EFE

 

Últimas Notícias

Índice de registro de imóveis pode melhorar transações no país
Programa para receber declaração do IR estará disponível segunda-feira
Paulo Guedes espera aprovação da reforma da Previdência até junho
Doria anuncia redução do aumento do preço médio do gás em São Paulo
Pesquisador em Engenharia Aeroespacial assume presidência do CNPq
Ortega anuncia retomada do diálogo com a sociedade organizada
Empresária vítima de tentativa de feminicídio no Rio deixa hospital
Atriz Fernanda Montenegro recebe alta de hospital no Rio

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212