Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


19 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Moro aceita denúncia contra Lula - Jornal Brasil em Folhas
Moro aceita denúncia contra Lula


O juiz Sérgio Moro, encarregado do julgamento do megaescândalo da Petrobras, aceitou nesta terça-feira (20) a denúncia por corrupção contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Presentes indícios suficientes de autoria e materialidade, recebo a denúncia contra os acusados, afirma o juiz em texto enviado à imprensa.

A Procuradoria-Geral da República denunciou Lula por ter recebido 3,7 milhões de reais em benefícios da construtora OAS, uma das principais envolvidas no escândalo do Petrolão.

Lula seria o beneficiário direto de vantagens concedidas pelo Grupo OAS e, segundo a denúncia, teria conhecimento de sua origem no esquema criminoso que envolveu a Petrobras, destaca Moro.

A procuradoria afirma que a OAS entregou a Lula parte dos valores recebidos de contratos fraudulentos com a Petrobras. Os subornos foram repassados mediante a compra, personalização e decoração de um apartamento tríplex no Guarujá, no litoral paulista.

A denúncia envolve ainda Marisa Letícia da Silva, mulher de Lula, e outras seis pessoas.

Lula sempre negou ser o proprietário do tríplex no Guarujá.

Com o recebimento da denúncia, Lula ficará pela primeira vez cara a cara com Moro, o juiz encarregado da Operação Lava Jato, que tem abalado as estruturas da corrupção no Brasil.

As investigações da Lava Jato envolvendo a Petrobras colocaram na mira da Justiça dezenas de parlamentares e enviaram para a prisão vários políticos e empresários.

Na denúncia contra Lula, 70 anos, os procuradores afirmaram que o ex-presidente era o comandante máximo do esquema de corrupção que durante uma década drenou bilhões de reais da Petrobras.

Lula se torna réu e corre o risco de ficar inelegível - caso seja condenado em segunda instância - apenas duas semanas após o impeachment de Dilma Rousseff, sua herdeira política e sucessora.

O caso OAS marca o início de uma longa peregrinação de Lula pelos tribunais.

O ex-presidente já é réu em um tribunal federal de Brasília por tentativa de obstrução da justiça, no caso denunciado pelo ex-senador do PT Delcido do Amaral envolvendo a compra do silêncio do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró.

Lula tem ainda duas investigações pendentes abertas em Curitiba: uma para determinar se é o verdadeiro proprietário de um sítio em Atibaia, na região de São Paulo (registrado em nome de terceiros), e outra envolvendo pagamentos de diversas empreiteiras beneficiadas pelo esquema da Petrobras ao Instituto Lula e à LILS Palestras, empresa do ex-presidente.

 

Últimas Notícias

Inep divulga resultado do Enem
Frédéric Lamotte é o novo diretor geral da CA Indosuez Wealth (Miami) e responsável Global da região das Américas
A ACIRLAG chega para impulsionar o setor econômico da região Leste de Aparecida
Inep divulga notas do Enem na sexta-feira
Bolsonaro sanciona Lei do Orçamento 2019 de mais de R$ 3,3 trilhões
Parlamento venezuelano aprova acordo para entrada de ajuda humanitária
Imigrantes hondurenhos sofrem com obstáculos para passagem de caravana
Militares vão atuar de forma mais intensa no Programa Mais Médicos

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212