Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


22 de Sep de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Diretor do BC destaca preparo da instituição para ajustes em economias avançadas - Jornal Brasil em Folhas
Diretor do BC destaca preparo da instituição para ajustes em economias avançadas


O diretor de Política Monetária do Banco Central (BC), Reinaldo Le Grazie, disse hoje (20) que, em meio às incertezas econômicas globais, a instituição brasileira está preparada para o processo de normalização da política monetária das economias avançadas. O mercado aguarda uma sinalização das autoridades japonesas e norte-americanas sobre mudanças nesses países que possam impactar no setor financeiro internacional.

Em linha com o que têm dito integrantes da equipe econômica, Le Grazie afirmou que, para haver retorno do ambiente [interno] de estabilidade, confiança e crescimento, é preciso resgatar os pilares do tripé macroeconômico e aplicá-los de forma plena. “Ou seja, nutrir a responsabilidade fiscal, manter controle da inflação e regime de câmbio flutuante”, explicou.

Reinaldo Le Grazie lembrou que o controle da inflação é alcançado pelo emprego do sistema de metas, cabendo ao Conselho Monetário Nacional estabelecê-las e ao Banco Central, de forma determinada, cumprí-las. Segundo Le Grazie, quanto mais tempo a inflação permanecer em torno da meta, maior será a contribuição do BC para que a correção de preços deixe de ser uma preocupação recorrente na tomada de decisão dos agentes econômicos.

Sobre o câmbio flutuante, o diretor do Banco Central enfatizou que, sem prejudicar o regime, a autoridade monetária tem usado, sempre com a necessária parcimônia, as ferramentas cambiais de que dispõe. “Intervenções pontuais, consistentes,relativamente previsíveis, que suavizam movimentos e sirvam para corrigir distorções, são práticas saudáveis, desde que não alterem a trajetória de longo prazo da moeda , que é, em última instância, definida por um conjunto de fatores locais e externos”, disse.

Por fim, afirmou Le Grazie, a responsabilidade fiscal contribui para a manutenção de uma inflação baixa e para a queda sustentável dos juros reais ao longo do tempo, fatores importantes para o desenvolvimento do financiamento de longo prazo no Brasil. “A eficiência da política monetária do Banco Central será tanto maior quanto mais bem-sucedidos forem os esforços para a implantação de reformas e ajustes que fortaleçam o pilar da responsabilidade fiscal”, afirmou.

 

Últimas Notícias

Deputado Marlúcio promove caminhonetadas em várias regiões de Aparecida
Dia da Árvore: desmatamento vem caindo, mas ainda há desafios
Brincar com os quatro elementos da natureza ajuda a criança a se desenvolver melhor
Meninas que praticam esportes, cuidado com a alimentação!
Indústria paulista fecha 2,5 mil postos de trabalho em agosto
Aneel descarta revisão de bandeira tarifária em conta de luz
BNDES: empréstimos para Cuba e Venezuela não deveriam ter sido feitos
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE

MAIS NOTICIAS

 

Toffoli toma posse hoje na presidência do STF
 
 
Chanceler do Paraguai visita Brasil para negociar construção de pontes
 
 
Indústria recua em oito dos 15 locais pesquisados pelo IBGE em julho
 
 
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE
 
 
México investiga caso de deputadas forçadas a renunciar
 
 
A série de ataques de 11 de Setembro completa 17 anos

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212