Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


18 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Libra cai após anúncio de data de ruptura com a UE - Jornal Brasil em Folhas
Libra cai após anúncio de data de ruptura com a UE


A libra esterlina caiu nesta segunda-feira ao nível mais baixo em relação ao euro em três anos, depois do anúncio do calendário do Brexit, e o ministro das Finanças admitiu que a economia enfrenta turbulências.

Devemos esperar algumas turbulências enquanto avançamos neste processo negociador, disse à BBC o ministro Philip Hammond, que nesta segunda-feira pronunciou um discurso no Congresso anual dos conservadores britânicos celebrado em Birmingham, centro da Inglaterra.

Haverá um período de um par de anos ou quem sabe mais do que isso em que as empresas não saberão qual acabará sendo o estado final de nossas relações com a União Europeia, avaliou o ministro.

Hammond admitiu que as empresas estão atrasando investimentos por conta da incerteza e que o grande desafio será manter estável a confiança dos consumidores e das empresas.

Em seu discurso em Birmingham, Hammond disse que durante o processo negociador, o governo britânico estará disposto a tomar todas as medidas necessárias para proteger a economia.

A primeira ministra britânica, Theresa May, anunciou no último domingo que o Reino Unido ativará antes do final de março de 2017 o processo para retirar o país da União Europeia.

Após essa notificação oficial, ambas as partes terão dois anos para negociar a saída do Reino Unido.

Em resposta ao anúncio de May, a libra esterlina caiu nesta segunda-feira a seu nível mais baixo em relação ao euro nos últimos três anos.

No começo das operações desta segunda-feira, um euro valia 87,46 pences, o preço mais baixo em relação à libra desde agosto de 2013. Nesta tarde, caiu para 1,2818 dólares por una libra, sua cotação mais baixa desde julho, levemente acima da de 1985.

A Bolsa de Londres fechou em alta de 1,22%, aproveitando que a queda da libra beneficiará muitas multinacionais britânicas exportadoras.

 

Últimas Notícias

Governadores pedem ao STF julgamento de processos sobre repasses
Ministro quer atrair investimentos privados para Jardim Botânico do RJ
Fies vai oferecer 100 mil vagas a juro zero para alunos de baixa renda
TJ libera R$ 13 milhões para Vale ressarcir gastos do governo mineiro
Vale pede mais tempo para analisar Termo de Ajuste Preliminar
Deputados do Rio presos podem ter posses suspensas
Vale suspende operação em barragem em Brucutu e de mina em Brumadinho
TRE-RJ mantém ex-deputado Paulo Melo inelegível até 2024

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212