Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


19 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 VW pagará US$ 1,2 bi a concessionárias nos EUA pelo Dieselgate - Jornal Brasil em Folhas
VW pagará US$ 1,2 bi a concessionárias nos EUA pelo Dieselgate


A montadora alemã Volkswagen aceitou pagar 1,2 bilhão de dólares a suas concessionárias nos Estados Unidos para encerrar qualquer ação vinculada aos motores com softwares adulterado para enganar os testes de controle antipoluição, anunciaram na sexta-feira à noite as partes envolvidas.

A VW explica em um comunicado que chegou a um acordo com as concessionárias, que havia sido anunciado no mês passado.

Os detalhes do acordo não foram divulgados, mas fontes próximas ao caso citaram na época à agência Bloomberg um valor similar ao confirmado na sexta-feira.

A Volkswagen aceitou pagar em dinheiro um valor máximo total de 1,208 bilhão de dólares aos revendedores envolvidos e oferecer aos mesmos benefícios adicionais para resolver as demandas passadas, atuais e futuras, afirma o grupo no comunicado.

O valor será distribuído entre 652 concessionárias, informaram de maneira separada os advogados destas.

A VW também aceitou recomprar os veículos com motores com software alterados que permanecem com as concessionárias.

O acordo detalhado foi apresentado ao tribunal de San Francisco, que precisa aprovar o texto.

O valor que será pago às concessionárias será acrescentado a um plano de indenizações de 14,7 bilhões, também aprovado pelo mesmo tribunal em julho, aos quase 480.000 proprietários americanos dos carros equipados com motores afetados.

A Volkswagen admitiu em setembro de 2015 que havia adulterado os softwares dos motores de 11 milhões de carros em todo o mundo para que suas emissões parecessem inferiores ao que realmente eram.

Os recursos financeiros destinados para enfrentar as consequências legais do escândalo provocaram em 2015 o primeiro prejuízo líquido da empresa em mais de 20 anos.

Os acordos amistosos envolvem apenas o âmbito civil do caso. A Volkswagen também foi processada penalmente nos Estados Unidos e enfrenta uma série ações e investigações no restante do mundo, especialmente na Europa e Canadá.

 

Últimas Notícias

Submarino argentino é encontrado um ano e um dia após desaparecimento
Parlamento cubano rejeita resolução da Eurocâmara sobre direitos human
Incêndio da Califórnia registra 74 mortos e mais de mil desaparecidos
Livro mistura suspense e fantasia em reflexão sobre violência no país
EBC e Fundação Getulio Vargas firmam acordo para revitalizar acervo
Trabalho de escoramento em viaduto paulistano prossegue neste sábado
Belo Horizonte tem previsão de mais chuva; temporais já mataram quatro
Prefeito de Mariana diz que não desistirá de ação no Reino Unido

MAIS NOTICIAS

 

Morre em Pelotas o criador da camisa canarinho, Aldyr Schlee
 
 
Brasil concentrou 40% dos feminicídios da América Latina em 2017
 
 
Jungmann e Toffoli anunciam sistema para unificar processos de presos
 
 
Pensamento liberal deve guiar a equipe econômica de Bolsonaro
 
 
Gold3-4 minutosfajn permanecerá à frente do BC até Senado aprovar Campos Neto
 
 
Senado argentino aprova orçamento de 2019 como prometeu ao FMI

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212