Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


17 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 VW pagará US$ 1,2 bi a concessionárias nos EUA pelo Dieselgate - Jornal Brasil em Folhas
VW pagará US$ 1,2 bi a concessionárias nos EUA pelo Dieselgate


A montadora alemã Volkswagen aceitou pagar 1,2 bilhão de dólares a suas concessionárias nos Estados Unidos para encerrar qualquer ação vinculada aos motores com softwares adulterado para enganar os testes de controle antipoluição, anunciaram na sexta-feira à noite as partes envolvidas.

A VW explica em um comunicado que chegou a um acordo com as concessionárias, que havia sido anunciado no mês passado.

Os detalhes do acordo não foram divulgados, mas fontes próximas ao caso citaram na época à agência Bloomberg um valor similar ao confirmado na sexta-feira.

A Volkswagen aceitou pagar em dinheiro um valor máximo total de 1,208 bilhão de dólares aos revendedores envolvidos e oferecer aos mesmos benefícios adicionais para resolver as demandas passadas, atuais e futuras, afirma o grupo no comunicado.

O valor será distribuído entre 652 concessionárias, informaram de maneira separada os advogados destas.

A VW também aceitou recomprar os veículos com motores com software alterados que permanecem com as concessionárias.

O acordo detalhado foi apresentado ao tribunal de San Francisco, que precisa aprovar o texto.

O valor que será pago às concessionárias será acrescentado a um plano de indenizações de 14,7 bilhões, também aprovado pelo mesmo tribunal em julho, aos quase 480.000 proprietários americanos dos carros equipados com motores afetados.

A Volkswagen admitiu em setembro de 2015 que havia adulterado os softwares dos motores de 11 milhões de carros em todo o mundo para que suas emissões parecessem inferiores ao que realmente eram.

Os recursos financeiros destinados para enfrentar as consequências legais do escândalo provocaram em 2015 o primeiro prejuízo líquido da empresa em mais de 20 anos.

Os acordos amistosos envolvem apenas o âmbito civil do caso. A Volkswagen também foi processada penalmente nos Estados Unidos e enfrenta uma série ações e investigações no restante do mundo, especialmente na Europa e Canadá.

 

Últimas Notícias

Governadores pedem ao STF julgamento de processos sobre repasses
Ministro quer atrair investimentos privados para Jardim Botânico do RJ
Fies vai oferecer 100 mil vagas a juro zero para alunos de baixa renda
TJ libera R$ 13 milhões para Vale ressarcir gastos do governo mineiro
Vale pede mais tempo para analisar Termo de Ajuste Preliminar
Deputados do Rio presos podem ter posses suspensas
Vale suspende operação em barragem em Brucutu e de mina em Brumadinho
TRE-RJ mantém ex-deputado Paulo Melo inelegível até 2024

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212