Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


25 de Sep de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Emissoras de rádio e TV ganham prazo de três meses para regularizar situação - Jornal Brasil em Folhas
Emissoras de rádio e TV ganham prazo de três meses para regularizar situação


O presidente Michel Temer encaminhou ao Congresso Nacional nesta segunda-feira (3) uma medida provisória (MP) que altera as regras para renovação das concessões de radiodifusão no país. A partir de agora, as emissoras de rádio e TV terão mais tempo para pedir a renovação do serviço e também poderão regularizar permissões que estejam vencidas.

Antes, as empresas de comunicação podiam solicitar renovação de três a seis meses antes do fim da permissão para explorar os serviços de radiodifusão sonora. Agora, podem fazer o pedido durante os 12 meses anteriores ao vencimento da concessão.

Outra mudança é a exigência de que o governo federal notifique as emissoras que não apresentarem o pedido de renovação no prazo previsto. Uma vez avisadas, as emissoras terão três meses para informar se querem continuar executando os serviços de rádio ou televisão. Atualmente, cabe ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações decidir a questão.

As empresas cujo prazo de concessão acabou e não solicitaram renovação terão chance para se regularizar. Pelos próximos 90 dias, a contar de hoje, quando a medida provisória foi publicada no Diário Oficial da União, as emissoras poderão encaminhar pedidos de renovação. A permissão, porém, só valerá caso a outorga em análise ainda não tenha sido aprovada por dois quintos do Congresso Nacional.

De acordo com a Constituição Federal, cabe aos parlamentares aprovar as decisões do Executivo sobre a autorização para o serviço de radiodifusão brasileiro. Após a publicação da MP, a Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert) disse que apoia as mudanças regulatórias e as considerou uma “oportunidade única” para os radiodifusores regularizarem a outorga de suas emissoras.

“Como orientação, a associação alerta que as emissoras que não apresentaram o pedido de renovação devem fazê-lo imediatamente, sendo o prazo máximo de 90 dias; e as emissoras que apresentaram pedido de renovação fora do prazo legal devem reiterar seus pedidos com base no disposto na MP 747”, informou a Abert, por meio de nota.

 

Últimas Notícias

Varejo perde R$ 19,5 bilhões em 2017 por danos em produtos e furtos
A partir deste sábado, candidatos só podem ser presos em flagrante
Brasileiros não se sentem prontos para lidar com a morte, diz pesquisa
Aos 95 anos, Gervásio Baptista recebe Medalha do Mérito Jornalístico
PF combate grupo criminoso responsável por contrabando de cigarros
Primavera começa hoje com possibilidade de novo episódio do El Niño
Facebook anuncia medidas para combater contas falsas e desinformação
Polícia Militar faz operação na Rocinha

MAIS NOTICIAS

 

Toffoli toma posse hoje na presidência do STF
 
 
Chanceler do Paraguai visita Brasil para negociar construção de pontes
 
 
Indústria recua em oito dos 15 locais pesquisados pelo IBGE em julho
 
 
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE
 
 
México investiga caso de deputadas forçadas a renunciar
 
 
A série de ataques de 11 de Setembro completa 17 anos

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212