Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


14 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 A Cidade Onde Envelheço é o vencedor do Festival de Cinema de Brasília - Jornal Brasil em Folhas
A Cidade Onde Envelheço é o vencedor do Festival de Cinema de Brasília


O longa-metragem A Cidade Onde Envelheço, de Marília Rocha, foi o grande vencedor do 49º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro. Ao todo, o filme recebeu quatro Troféus Candangos com os prêmios de melhor filme, direção, ator coadjuvante, para Wederson Neguinho, e melhor atriz, que foi dividido entre Elizabete Francisca e Francisca Manuel. O filme conta o drama de Teresa (Elizabete Francisca Santos), uma jovem portuguesa que decide deixar o país para morar no Brasil.

O documentário Martírio foi o ganhador do prêmio de melhor filme pelo júri popular. A animação Quando os Dias Eram Eternos venceu como melhor curta.
Brasília - Crianças de escolas do DF assistem a filmes durante o Festivalzinho, atividade do 49 Festival de Brasília do Cinema Brasileiro (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Segundo a organização do festival, cerca de 30 mil pessoas assistiram aos filmes

Assim como na solenidade de abertura do festival, a cerimônia de entrega dos prêmios foi marcada por protestos contra o governo do presidente Michel Temer. Gritos de “Fora Temer” estiveram em discursos de diversos dos ganhadores. Sem a presença de autoridades e com poucos ganhadores para receber o prêmio, a cerimônia encerrou a disputa da mostra competitiva. Segundo a organização do evento, cerca de 30 mil pessoas assistiram aos filmes.

O evento de premiação foi aberto pelo filme Baile Perfumado, de Paulo Caldas e Lírio Ferreira, exibido há 20 anos no festival. O crítico e ator Jean-Claude Bernardet foi homenageado com a medalha Paulo Emílio Salles Gomes, criada para esta edição da mostra.

Premiação

A mostra competitiva ofereceu neste ano R$ 340 mil em prêmios – mesmo valor do ano passado. A maior premiação ocorre para produções de longa-metragem. Ao todo são R$ 210 mil para 12 categorias, incluindo diretor, atriz, ator, roteiro, fotografia e trilha sonora. O melhor filme levou R$ 100 mil.

Produções de curta ou média-metragem concorrem a R$ 80 mil em prêmios, sendo R$ 30 mil para melhor filme. O Prêmio do Júri Popular, escolhido por votação do público, ofereceu R$ 40 mil ao melhor longa e R$ 10 mil ao melhor curta ou média-metragem.

Ao todo, o festival recebeu 132 inscrições de longas. A comissão que avaliou as produções foi composta por cinco especialistas na sétima arte. Todos os filmes finalistas são inéditos no Brasil. A 50ª edição do Festival de Brasília do Cinema Brasileiro está confirmada para os dias 19 a 26 de setembro de 2017.

 

Últimas Notícias

Nordeste perdeu 1 milhão de trabalhadores no campo de 2012 para 2017
IBGE prevê em 2019 safra de grãos 0,2% menor que a de 2018
Safra de grãos pode chegar a 238,3 milhões de toneladas, diz Conab
Banco do Brasil tem lucro de 14,3% no terceiro trimestre
Percentual de inadimplentes recua em outubro, diz CNC
Boletos vencidos de todos os tipos serão pagos em qualquer banco
Leonardo de Morais toma posse na presidência da Anatel
Natal deve movimentar R$ 53,5 bilhões na economia do país, prevê SPC

MAIS NOTICIAS

 

No Congresso, Temer defende reuniões frequentes entre Poderes
 
 
Bolsonaro reafirma, no Congresso, compromisso com a Constituição
 
 
Bolsonaro critica Enem e diz que prova deve cobrar conhecimentos úteis
 
 
Governo de transição dividiu trabalhos por temas em dez frentes
 
 
Para ministro, é “mais simples” unir MEC com Ciência e Tecnologia
 
 
Bolsonaro e Temer iniciam hoje formalmente governo de transição

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212