Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


20 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Indicação de Guterres para a ONU repercute na Europa - Jornal Brasil em Folhas
Indicação de Guterres para a ONU repercute na Europa


O presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, afirmou hoje, em nota publicada no site da presidência, que foi “com uma grande alegria e emoção que recebi a notícia do acordo no Conselho de Segurança para propor António Guterres como próximo Secretário-Geral das Nações Unidas.”

Guterres, de 67 anos, foi primeiro-ministro de Portugal entre 1995 e 2002. Nas Nações Unidas, ele atuou como alto-comissário para os refugiados, chefiando a agência da ONU especializada no tema, a Acnur, entre junho de 2005 a dezembro de 2015.

O presidente português disse, ainda, que Guterres é o melhor candidato para o cargo, e que a conquista é uma vitória da competência e da transparência e é também uma vitória de um consenso nacional.

Martin Schulz, presidente do Parlamento Europeu, também se manifestou favorável à candidatura de Guterres, em seu perfil no Twitter. Ele será um sensacional secretário-geral das Nações Unidas. Um orgulho para a Europa.

O site britânico de notícias, BBC, deu destaque à notícia, afirmando que o desafio do novo secretário-geral será o de “consertar a organização e dar-lhe um pouco de coração”.

Indicação reforça unidade

Já o jornal The Guardian afirmou que, em uma rara demonstração de unidade, todos os 15 embaixadores do Conselho de Segurança concordaram com o nome de Guterres, e espera-se que seja cumprida a escolha na votação formal de hoje (6).

Na França, os jornais Le Figaro, Le Monde e a Agence France Presse também deram destaque ao bom desempenho de Guterres, afirmando que ele deve ser o sucessor de Ban Ki-moon, atual secretário-geral da ONU.

O jornal espanhol El País afirmou que Guterres é um português “com determinação e sem inimigos”.

Samantha Power, embaixadora dos Estados Unidos na Organização das Nações Unidas (ONU), afirmou que o candidato português impressionou os 15 países membros do Conselho de Segurança durante todo o processo.

Nesta quinta-feira, em Nova Iorque, o novo secretário-geral da ONU será eleito pelos 193 países representados na Assembleia Geral, por maioria simples. O mandato é de cinco anos.

Segundo anúncio do Conselho de Segurança das Nações Unidas, o português António Guterres “surgiu como a escolha unânime”.

 

Últimas Notícias

Atos em Brasília marcam os 50 anos da Receita Federal
Temer pede que brasileiros reflitam sobre questão racial
Grafiteira faz mural de 500 m2 no Rio para homenagear mulheres negras
Dia da Consciência Negra é comemorado no Rio com homenagem a Zumbi
Estados poderão decidir se darão aulas a distância no ensino médio
Moro escolhe delegados da Lava Jato para PF e departamento do MJ
Estudante poderá escolher área a ser avaliada no segundo dia do Enem
PF prende suspeitos de ligações com facções criminosas em sete estados

MAIS NOTICIAS

 

Estimativa do mercado para inflação cai pela quarta vez seguida
 
 
Autoridades de Cuba anunciam retorno de médicos antes do fim do ano
 
 
Guatemala monitora atividades de vulcão que pode ter novas erupções
 
 
Ex-CEO da Nissan é preso no Japão suspeito de reduzir próprio lucro
 
 
Governador eleito do Rio promete nova concessão para o Maracanã
 
 
Relatório alerta que há 45 barragens sob ameaça de desabamento

 


 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212